Construa seu pitch pessoal para uma entrevista de emprego

O pitch tornou-se um termo bastante conhecido e usado em meio a startups e investidores, mas seu significado é muito simples, trata-se de uma pequena apresentação, seja de um produto ou serviço, em poucos minutos. E que tal se você fizer um pitch pessoal para uma entrevista de emprego?!

Ontem eu fiz um breve vídeo falando exatamente sobre isso (e caso você queria assistir, está em nossas mídias @paulapedrosaheadhunter), mas achei interessante escrever para que você possa montar o seu de forma eficaz.

O pitch pessoal para entrevista de emprego pode ser usado em uma conversa telefônica ou presencialmente. É a sua chance de chamar a atenção do entrevistador e definir o restante de sua permanência no processo seletivo. É por isso que ele deve ser bem elaborado, bem estudado e bem utilizado no momento certo!

Estruture seu pitch pessoal

Existem algumas peças-chave que o seu pitch para entrevista de emprego deve ter para que ele seja autêntico e siga uma cadência natural. Confira!

1. Quem é você e o que você faz

A primeira parte do seu pitch para entrevista de emprego deve dizer quem é você. Então, depois de dizer informações como seu nome, idade e lugar em que mora, você deve dizer o que faz.

Você pode incluir um pouco sobre seu histórico profissional e acadêmico, idiomas que você fala, dizendo quais são suas habilidades e interesses. Não esqueça de adaptar com pontos importantes que você tem, de acordo com a vaga que você está participando.

2. Seja memorável

Você precisa se diferenciar dos demais candidatos. Quando o entrevistador finalizar uma bateria de entrevistas, ele precisa lembrar de você com algo do tipo “é aquele que…”. Isso é o seu pitch pessoal que vai trazer para o entrevistador. A forma que você será lembrado, será por meio disso. Então, é uma boa você também falar algo singular de você, mesmo que em âmbito pessoal. Vale até contar uma boa história (bem rapidinho) e encantar o seu ouvinte, o nosso bom storytelling!

3. Mostre porque você é a pessoa para essa vaga

Após a breve apresentação, é hora de você ser mais específico para chamar a atenção do recrutador. No que você está trabalhando agora – ou o que você realizou recentemente? Conte sobre algum projeto que você liderou/participou e os resultados que você trouxe para a organização. Para isso, pense nas suas experiências mais recentes.

Levando em conta que seus conhecimentos e experiências sejam relevantes para o recrutador, você chamou sua atenção, abrindo uma janela de oportunidade para você.

É por isso que o primeiro passo é tão importante! Se você não decidir pelo que deseja ser conhecido – para adaptar o pitch – você deixa de enfatizar seus pontos fortes. Dessa forma, você pode perder o recrutador no mesmo instante.

Os pontos analisados por um entrevistador no pitch pessoal para entrevista de emprego, em geral são: seu perfil pessoal/profissional, o potencial que você tem para a vaga, a garra que você demonstra ter e habilidades técnicas.

Saiba que um bom pitch para entrevista de emprego requer uma boa narrativa para ser natural, e não monótono. Não pode ser algo decorado, apesar de ter sido elaborado, estruturado e treinado. Dê fluidez entre um tópico e outro, conectando as informações e seguindo uma lógica com início meio e fim.

Fale tranquilamente como se estivesse se apresentando para um possível amigo. Além disso, sorria! O sorriso é fundamental. A naturalidade e a autenticidade são pontos-chave para o sucesso de um bom pitch para entrevista de emprego.

Boa semana!

Fiquem com Deus!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email