Pesquisar
Close this search box.

Conhecimentos, aprendizados e experiências

Em tempos de redes sociais na internet onde cada um compartilha sentimentos, emoções, e o que mais for possível, sem sair do isolamento do celular, o mastermind vem se opor a isso reunindo pessoas, presencialmente, para muito mais do que jogar conversa fora: compartilhar conhecimentos, aprendizados e experiências, com o objetivo de realizar ou concretizar um propósito específico. A ideia é unir esses saberes numa mentalidade positiva, para concluir a meta almejada.

Em Manaus, desde novembro passado, existe o All In Club, “primeiro e maior mastermind de empreendedores do Amazonas”, afirmou Ícaro Gaspar, idealizador, CEO e fundador da holding de gestão All In Hub.    

Conhecimento, colaboração, diversão e negócios. Esses são os pilares do All In Club, clube de negócios que, de acordo com Ícaro, já movimentou mais de R$ 7 milhões em negociações em apenas seis meses de atividades.

“No All In Club os participantes são estimulados a absorver conhecimentos de especialistas e profissionais que obtiveram resultados com o assunto debatido. Também são constantemente estimulados a colaborar entre si e trocar experiências na resolução de desafios dos seus negócios ou até mesmo da vida pessoal impactada pela rotina do empreendedorismo. Tudo isso em espaços que propiciem a leveza e a diversão, bem diferente do ambiente pesado do local de trabalho. Por fim, o mais importante: todos são motivados constantemente a fazer negócios entre si”, contou.

Atualmente, mais de 40 membros participam da comunidade, que é composta por empresários de diversos segmentos, desde comércio e serviço, a saúde e indústria, com faturamentos variando entre R$ 100 mil e R$ 20 milhões por mês.

Atividades do Club

De novembro passado até agora o All In Club já realizou mais de 16 eventos, entre eles, cases de sucesso, encontros com especialistas, almoços e happy hours de networking, eventos com a dinâmica do hot seat (atividade em grupo que consiste em debater de forma honesta e aberta as dificuldades enfrentadas por cada participante), e o overdelivering (que significa ‘entregar algo a mais’ para o cliente, para surpreendê-lo), o All In Club Kids, no qual é fomentado o empreendedorismo e as habilidades empreendedoras para os filhos e irmãos mais novos dos membros do Club (com idades de 5 a 16 anos), dezenas de mentorias individualizadas, visitas técnicas entre os membros do Club e mais os negócios fechados entre esses membros, que passaram a consumir Boticário, Mr. Feitoza, La Vaca Negra, Sushi Ponta Negra e Lalbero Restaurant, entre outros.

“Nos encontramos em restaurantes e no próprio All In Hub, na grande maioria das vezes às quintas-feiras, no horário do almoço, ou no final do dia para um happy hour. As reuniões sempre trazem conversas e bate-papos com um especialista ou um case de sucesso, além de dinâmicas para troca de experiências, e sempre têm momentos de fortalecimento do networking com almoços, jantares e/ou happy hours. É nessas horas que acontece a ‘mágica dos negócios’ entre os membros”, revelou.

Ícaro contou que o Club foi desenvolvido com o objetivo de criar um ambiente onde o empreendedor/empresário deixe de se sentir só nas decisões.

“Tomar decisões estratégicas costuma ser muito difícil e de alta responsabilidade. Então, ter com quem compartilhar dores, situações, experiências e soluções faz com que essa jornada seja mais suave”, garantiu.

Para ser membro

O All In Club costuma realizar dois eventos por mês, mas há casos em que alguns encontros extras podem ser agendados, como o ‘All In Happy Extra’, cuja última edição ocorreu em março e onde foi abordado o tema ‘posicionamento executivo e sua primeira impressão’, com a participação de Thais Costa, referência local na Consultoria de Imagem, e de Allan Mendonça, sócio da Camisaria Mendonça (empresa paulistana que atende grandes personalidades do país), complementado por um petit comité assinado pelo chef João Batista.

Sobre quem pode integrar o Clube, Ícaro informou.

“Pode ser membro quem já é cliente das empresas que compõem o All In Hub. Empreendedores/empresários que ainda não são clientes podem se candidatar a uma vaga e serão submetidos ao comitê de membros que aprova, ou não, o seu acesso.  Basicamente é necessário ser um empresário com experiência de pelo menos dois anos no seu negócio, ter resultado e boa reputação perante a comunidade empreendedora”.

O All In Hub oferta serviços de consultoria e fomenta o empreendedorismo por meio da produção de eventos corporativos como o G4 Amazônia, o All In Summit, o Encontro Manauara de Marketing Digital e o Sebrae Premium.

“Sim. Acredito que a cultura do empreendedorismo já está implantada entre os manauaras. O povo brasileiro, como um todo, é um dos maiores empreendedores do mundo, o que falta é direcionamento executivo para transformar o empreendedorismo em algo mais profissional e planejado, e não o indivíduo ser um amador no mundo dos negócios”, finalizou.

Informações, Instagram: @allinclub 

Evaldo Ferreira

é repórter do Jornal do Commercio
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar