Confiança do consumidor volta a subir em agosto

O ICC (Índice de Confiança do Consumidor), apurado mensalmente pela Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo), apresentou alta de 4,5% em agosto, em relação a julho, e atingiu 137,5 pontos. No contraponto ao mesmo período de 2007, o índice apresentou elevação de 5,2% (130,7 pontos).
 O ICC varia de zero a 200 pontos, indicando pessimismo abaixo de 100 pontos e otimismo acima desse patamar, e é composto por dois indicadores: o ICEA (Índice das Condições Econômicas Atuais) e o IEC (Índice das Expectativas do Consumidor). No mês analisado, o ICEA – que registra como o entrevistado percebe a sua situação atual – apresentou alta de 0,2% em relação a julho (140,6 pontos). A percepção em relação ao futuro, contemplada pelo IEC também teve alta de 7,7% em relação a julho e atingiu 135,4 pontos.
De acordo com a Fecomercio, a alta do ICC foi reflexo do arrefecimento do medo inflacionário.
Os consumidores estão menos receosos devido à melhora no mercado de emprego e renda aliada à queda dos níveis de endividamento. Na análise realizada por faixa de renda, o ICC apurou alta de 7,4% (150,5 pontos) entre os consumidores com rendimentos superiores a 10 salários mínimos. Em relação ao IEC, em agosto teve alta de 12,6% (152,4 pontos) e o ICEA alta de 0,3% (147,7 pontos). Já os paulistanos na faixa de renda inferior a 10 salários mínimos também tiveram alta de 2,9% no ICC (130,7 pontos).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email