Confiança do consumidor cai ao nível mais baixo dos últimos dois anos

A expectativa do consumidor é a mais baixa desde junho de 2009, de acordo com o Inec (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor), da CNI (Confederação Nacional da Indústria). O índice mostra que a confiança do brasileiro recuou 0,3% na comparação com maio. Em junho, o índice registrou 111,8 pontos e no mês anterior ficou em 112,1 pontos. Quanto mais distante de 100, mais bem avaliado é o item.
Segundo a CNI, o recuo do otimismo é reflexo do cenário econômico e da expectativa de alta da inflação e das taxas de juros e também da contenção do crédito.
A maior parte dos índices que medem o Inec registrou queda. O indicador que teve o maior recuo foi o que avalia a expectativa de desemprego: 40% dos entrevistados disseram acreditar que o desemprego vai aumentar nos próximos meses, enquanto 26% disseram que o desemprego deverá reduzir.
Outro indicador que também apresentou baixa significativa foi a situação financeira, 49% das pessoas disseram que sua situação deverá ficar igual nos próximos meses. Contudo, 35% dos entrevistados disseram que a situação financeira deve melhorar nos próximos meses e 16%, que vai piorar.
O indicador que mede a renda pessoal apresentou queda de 0,4% em relação a maio. Pouco mais da metade dos entrevistados disseram que sua renda vai ficar igual nos próximos meses, 38% acreditam que deve aumentar e 11% que vai piorar.

Mais inflação

O indicador de expectativa de inflação também teve alta em relação ao mês passado: 69% dos entrevistados acreditam que a inflação vai aumentar nos próximos meses. Pouco mais de um quarto dos entrevistados disse que vai ficar igual ao de hoje e 6% que vai haver queda.
Mais da metade das pessoas acreditam que não haverá aumento de seus bens de alto valor, como carros, 56% disseram que devem continuar com os mesmos bens que têm hoje. Mais de um quarto dos entrevistados acredita em aumento dos seus bens e 17% acreditam em redução.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email