Confiança do consumidor atinge maior nível desde 2005

O ICC (Índice de Confiança do Consumidor) apurado pe­­­la FGV (Fundação Getulio Vargas) atingiu 114,3 pontos em novembro, alta de 1,3% em relação a outubro, quando atingiu 112,8 pontos. Foi o maior nível da série histórica da FGV, iniciada em setembro de 2005. Os dados foram divulgados na terça-feira.

Segundo a FGV, as avaliações mais favoráveis sobre a situação atual da economia brasileira influenciaram a alta neste mês. O ISA (Índice da Si­tuação Atual) subiu 4,3% neste mês na comparação com o mês passado, ficando em 111,3 pon­tos –novo recorde.

Neste mês, a parcela dos en­trevistados que a avaliaram co­mo “boa’’ subiu de 10,8% para 13,5%; já a dos que julgaram a situação atual “ruim’’ recuou de 39,1% para 34,7%. De acordo com a pesquisa, esse foi o fator de maior peso na evolução do índice no mês de novembro.

O IE (Índice de Expectati-vas), no entanto, recuou para 115,9 pontos. A expectativa dos consumidores em relação à situação econômica local tor­nou-se menos favorável.
A proporção dos que esperam uma melhora caiu de 29,6% para 27,1%; já a dos que prevêem piora aumentou de 5,7% para 7,2%.

A Sondagem de Expectatvas do Consumidor é realizada com base numa amostra de mais de 2.000 domicílios em sete das principais capitais brasileiras. A coleta de dados para a edição de novembro de 2007 foi realizada entre os dias 1º e 21 deste mês.

IPC fica em 0,19%

Os preços dos alimentos­ tiveram alta expressiva na terceira quadrissemana de novembro –período de 30 dias até 22/11– e fizeram com que o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP) ficasse em 0,19% no período, contra uma variação positiva de 0,05% no perío­do anterior. Foi o segundo mai­or índice desde a segunda quadrissemana do mês de outubro, quando houve a mesma variação, 0,19%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email