Conab libera R$ 90 mil para seringueiros no Amazonas

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) liberou, esta semana, R$ 90 mil para o apoio à comercialização de 90 toneladas de borracha natural no Amazonas

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) liberou, esta semana, R$ 90 mil para o apoio à comercialização de 90 toneladas de borracha natural no Amazonas. A operação beneficiou 247 seringueiros de associações agroextrativistas localizadas nos municípios de Pauini, Jutaí e Itacoatira.
O pagamento foi realizado no âmbito da PGPM-Bio (Política de Garantia de Preços Mínimos da Sociobiodiversidade), que busca garantir a sustentação de preços aos extrativistas. O programa consiste no pagamento de um bônus ao extrativista quando comprovado que efetuou a venda de seu produto por preço inferior ao mínimo fixado pelo governo federal. No caso da borracha, o preço atual é de R$3,50/kg.
De acordo com o superintendente da Conab no Amazonas, Thomaz Silva, as associações negociaram a produção ao preço de R$2,50 kg com as usinas. “Houve a necessidade, portanto, de a Conab garantir o preço mínimo, pagando mais R$ 1 por quilo”, explica.
Em Pauini, a associação local trabalhadores Agroextrativistas (Atramp) recebeu R$ 24,56 mil pelas 24 toneladas de borracha natural comercializada. A atividade beneficiou 54 trabalhadores rurais. Já em Jutaí, a operação contemplou 77 extrativistas da Asproju (Associação de Produtores), com o pagamento de R$ 18,38 mil referentes a 18 toneladas de produtos vendidos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email