Comunidades existentes em Manaus vão ganhar Educação Indígena

A Prefeitura de Manaus tem como um dos principais objetivos para 2011 a implantação da modalidade Educação Escolar Indígena em 60% das comunidades existentes no município.
A responsável pela implantação da modalidade será a Semed (Secretaria Municipal de Educação), por meio da GEEI (Gerência de Educação Escolar Indígena).
Além disso, a Semed quer regulamentar as categorias Escola Indígena e Professor Indígena na rede municipal de ensino e atender com merenda escolar específica os alunos dos espaços educativos indígenas das zonas Urbana e Rural, além de promover o IV Seminário sobre Educação Escolar Indígena.
Segundo a gerente de Educação Escolar Indígena da Semed, Socorro Lima, 247 alunos foram atendidos em 2010 pelas especificidades divididas em sete setores, compostos por quatro escolas municipais e três espaços educativos. “Os alunos aprendem a língua, cultura e o mínimo do currículo nacional que é cobrado nas diretrizes.
A Educação Escolar Indígena não divide por modalidade, ela pega desde a educação infantil até o mais idoso. As aulas são realizadas com todos os alunos no mesmo ambiente escolar. Na prática, ele aprende a pescar, caçar, faz estudos sobre as plantas medicinais, as ervas específicas, raízes, produção de artesanatos e construção das suas moradias”, disse.
A Educação Escolar Indígena tem o objetivo de assegurar às comunidades indígenas a utilização de suas línguas maternas e processos próprios de aprendizagem, além de garantir o direito dos índios a uma educação diferenciada dos demais segmentos da população brasileira.
Algumas capacidades políticas, éticas, linguísticas e culturais foram identificadas para servirem de metas e de guia para atuação do Professor Indígena na escola e nos demais espaços educacionais da comunidade.
Diferentemente do professor não-índio, o educador índio exerce um papel de liderança importante em sua comunidade, servindo, frequentemente, como mediador cultural nas relações interétnicas estabelecidas com a sociedade nacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email