Comunidade Judaica de Manaus realiza um super Bat Mitzvá

Muitas culturas e religiões em todo o mundo possuem ritos de passagens de uma fase da vida para outra, como por exemplo, as festas de debutantes, ritual indígena da Tucandeira, entre muitas outras. Na comunidade judaica o rito de passagem mais tradicional é o Bar Mitzvah, que acontece quando o menino completa 13 anos e o Bat Mitzvah para as meninas ao completarem a idade de 12 anos. A cerimônia de maioridade religiosa das meninas ocorre um ano antes dos meninos, pois ‘D’us abençoou as mulheres com um grau especial de compreensão e ligação com o Criador’. 

Foram dois anos de preparação para a solenidade do Bat Mitzvá das quatro primas que compõem a quinta geração da tradicional família judaica do Amazonas: Iarea Abecassis filha de Salomão Leão Abecassis e sobrinha de Ruth Abecassis de Oliveira, Sophia Israel filha de Jaqueline Rebouças e Raphael Vidal Israel, Sarah Cohen filha de Sabrina Avi Cohen e Marcos Jacob Cohen e Anita Israel filha de Karla Petruccelli Israel e David Vidal Israel. A cerimônia foi realizada na Sinagoga Beit Yaacov-Rabi Meyr de Manaus, no dia 28 de Agosto de 2021, após o Shabat. As comemorações aconteceram nos salões do Clube Hebraica de Manaus onde foi servido um jantar de gala com cardápio Marroquino. Também uma pista de dança foi montadaa para todos se divertirem ao ritmo de famosos musicais de Isarel. 

É a primeira vez que quatro primas, juntas, adentraram na Sinagoga de Manaus e tornam-se Bat Mitzvah – que é a ressignificação e releitura de uma relação forte do povo israelita com o pasado familiar, onde as heranças se deparam com o moderno e marca o fortalecimento das conexões de cada pessoa com D’us. Foi um momento ímpar a entrada delas na esnoga lendo porções da Torá e incentivando a todos os presentes à transmissão do conhecimento judaico. Na sequência, os pais recitaram preces em agradecimento a D’us por suas filhas estarem crescidas, ao mesmo tempo em que entregaram à elas a responsabilidade pelos seus atos, decisões e ações. Por fim, a celebração foi coroada com chuvas de doces lançados por todos os convidados sobre as meninas judias, agora adultas para as práticas religiosas em comunidade.

Preparação do Bat Mitzvah

Durante dois anos de estudo preparatório, que começou desde os 10 anos de idade,  as primas Iarea, Sofhia, Anita e Sarah, tomaram posse de sua história, seus textos clássicos e contemporâneos, dos sons e sabores, de seus valores, modos de viver e ver o mundo.

Receberam aulas de conhecimento sobre a Torá e ensinamentos sobre respeito, ciências sociais, ecologia, responsabilidade social e justiça, sustentabilidade, lealdade, amizade, direitos humanos e muito mais. Além das aul direcionadas ao judaísmo com as quais se procura fazer com que os jovens reflitam e interpretem as leis da Torá com o seu modo de pensar. Acontece há mais de mil anos com os meninos, mas a tradição das meninas segue desde os anos 20, como uma forma de trazer a mulher para a vida dentro da sinagoga 

O que é Bat Mitzvah

Singnifica “filha do mandamento”. É a transição mais importante na vida de um judeu, onde recebem ensinamentos tradicionais para que todos possam conviver em harmonia uns com os outros, praticar a bondade, cumprir as mitzvot, como respeitar o Shabat, a Kashrut (regras da alimentação Kosher), respeitar o cumprimento da Mitzvah, que totaliza 613 Mitzvot, recebidos por Moisés no Monte Sinai, e que até os dias de hoje são praticados pelo povo judeu em todo o mundo. Também fazer o Tikum Olam, ou seja, ajudar a construir um mundo melhor e contribuir para uma sociedade mais igualitária e melhor para as meninas que virão depois delas. 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email