Composto reduz tempo de reparo

A tecnologia que usa um composto específico de concreto asfáltico em spray, exclusivamente desenvolvida para tapar buracos em vias públicas, chega à Manaus. Trata-se de equipamento exclusivo para a recuperação de ruas, avenidas, estradas e rodovias. O equipamento tem habilidade para realizar reparos com enorme eficiência, podendo cobrir panos (buracos) de até quatro metros de comprimento.
Há quatro anos no ramo, o empresário Hélio Correia também inovou ao apresentar a nova tecnologia spray, para representantes do governo estadual e municipal. Demonstrações foram realizadas e atestaram a eficácia da tecnologia spray que de acordo com os empresários é uma opção de solução rápida, com custo benefício baixo, para os milhares de buracos que prejudicam a mobilidade urbana na capital e nos municípios do interior do Amazonas.
O material adere facilmente ao asfalto, proporcionando maior agilidade e produtividade. Com isso, cada equipamento chega a tapar até 120 buracos/dia em condições de tempo ideais. Outra vantagem do trabalho é a possibilidade de realizar consertos com o piso molhado e até sob chuvas leves. A tecnologia já testada em cidades como Nova Iorque, Nova Orleans e Washington (nos EUA), e utilizada em algumas capitais como Brasília, Recife, Santa Catarina e cidades do interior de São Paulo traz a garantia de eficiência e melhor custo-benefício, necessitando de apenas um operador para todo o processo e o material armazenado no caminhão é suficiente para um dia completo de reparos nas vias. A técnica gera uma redução de custos em torno de 25% dependendo da região. “Quanto à produtividade podemos fazer de 100 a 120 reparos/dia com a mão de obra de três trabalhadores, sendo um motorista, um operador e um ajudante”, informou Correia.

Vantagens

As matérias-primas utilizadas no processo de reparação são do tipo emulsões asfálticas catiónicas de ruptura rápida, elaboradas à base de água, ou o granulado de borracha obtido a partir da trituração de pneus inservíveis, que oferece elasticidade e maleabilidade ao conserto (aumentando sua vida útil). O resultado são pistas perfeitamente lisas, sem elevações, depressões ou desnivelamentos na pista de rolagem após o reparo. Não há desperdício de materiais, estes ficam armazenados em compartimentos distintos até o momento do reparo, diferentemente do que ocorre no método tradicional, que usa um pre misturado de vida útil curta, que é perdido se não utilizado.
Quanto à resistência e durabilidade, o conserto de um buraco médio leva em torno de 3 a 5 minutos e dura por vários anos. Pode ser operado a qualquer horário do dia e em qualquer condição climática. O sistema possui tecnologia GPS, que permite a emissão de relatórios diários, semanais e mensais de todos os reparos efetuados, indicando com precisão a data, a localização, o horário e a duração de cada conserto. O equipamento permanece em Manaus, aguardando análise dos representantes do governo do Estado e da capital. A empresa pode ser contatada pelo (92) 8232-3140.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email