17 de maio de 2021

Complexo do Manoa entra em fase final com uma novidade: espaço de lazer

“Estamos finalizando uma obra magnífica”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto ao vistoriar a construção do complexo viário Professora Isabel Victória, localizado na avenida Max Teixeira, bairro Cidade Nova, zona Norte. Em fase final de construção, o complexo viário começou a receber a última etapa do recapeamento das alças viárias que darão acesso aos conjuntos Mundo Novo e Manoa. 

“Estamos na fase final desta grande obra que é mais que um viaduto, é um moderno complexo viário que vai dar diversas possibilidades para quem estiver no trânsito aqui no Mundo Novo e no Manoa. Já estão asfaltando, terminando a parte de cima e em andamento com a parte de baixo, onde vamos aproveitar cada espaço com uma grande área de lazer para os moradores”, disse Arthur Neto. 

O complexo viário terá uma novidade para os moradores. Em seu projeto, em toda a área da parte debaixo do viaduto, que ficaria ociosa, está sendo construído um grande espaço de lazer com quadra, praça de alimentação, vestiários, estacionamento e um parque inclusivo para crianças. “Esse espaço está sendo ocupado para dar mais alternativa de lazer para os moradores da zona norte. Espero que os moradores e todos que começarem a usar esse espaço tenham consciência para manter sempre limpo e bem cuidado, pois estamos fazendo com todo cuidado para que, além de melhorar a mobilidade urbana, também melhore a vida social de quem aqui vive”, contou a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro que também visitou a obra.

Durante a vistoria, o prefeito seguiu até a parte de cima do viaduto que integra o complexo e está recebendo os últimos trabalhos de concretagem, como destacou o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Kelton Aguiar. “Estamos fazendo a concretagem e esperando o tempo de cura para deixar pronto o encabeçamento que dá acesso a subida e descida do viaduto, restando apenas a sinalização e o final da pavimentação para terminar mais uma etapa”, afirmou o secretário. 

Paisagismo e arborização  contra o aquecimento global

O plantio de mudas ornamentais em canteiros, rotatórias e espaços públicos avança pela cidade e o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, vistoriou o trabalho de paisagismo realizado na avenida do Turismo, zona Oeste, e destacou que essas intervenções contribuem na luta contra o aquecimento global. 

“Estamos vendo como esse projeto, coordenado pela minha esposa, está embelezando a cidade. A ideia é avançar e tornar Manaus cada vez mais verde. A ornamentação, junto com a arborização, proporciona um ambiente menos quente, mais agradável, ajudando a contribuir na luta contra o aquecimento global. Não quero ser parte de uma geração que deixou os netos e bisnetos sem condições de viver no planeta”, destacou o prefeito, após cumprimentar servidores que realizam as ações.

Na avenida do Turismo, o serviço já possui aproximadamente 70% de execução. Nesta segunda-feira, tiveram início os trabalhos de plantio das mudas ornamentais e arbóreas, substituição da grama e desenho dos canteiros. Os trabalhos, realizados pelas equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), também avançam na rotatória do Armando Mendes (conhecida como bola da Samsung), avenida Cirilo Mendes, rotatória do Samu-192 Manaus, próximo ao hospital Francisca Mendes, no complexo viário 28 de Março e no corredor entre as avenidas Efigênio Salles e das Torres.

“Esse é um trabalho belíssimo realizado em todas as zonas da cidade, que não só a embeleza, mas ameniza as altas temperaturas que temos aqui. Existe a associação do bem-estar, além do estético, e a humanização das vias. Vamos cuidar do que é nosso! Esta cidade é sua, esta cidade é minha, e a manutenção dela é essencial. Não adianta fazermos um belo trabalho, como estamos fazendo, se não houver compreensão de que a manutenção dela depende de todos nós”, destacou a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, que preside a Comissão de Paisagismo.

As intervenções paisagísticas realizadas pela comissão impactam pela grandiosidade dos espaços ajardinados e arborizados. A finalidade é garantir o cumprimento dos prazos e avançar na programação, que prevê intervenções em aproximadamente 40 locais públicos, e já têm prontos o canteiro da estrada do São Jorge, na confluência das avenidas Jacira Reis e Ipase, na zona Oeste, e o canteiro da avenida Buritis, em frente à sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), zona Sul.

“A Semmas, que integra a Comissão de Paisagismo, atua no trabalho de manutenção, canteiros, no projeto de arborização e paisagismo, em regas programadas, e sempre em parceria, visando o bem-estar da cidade. Manaus é uma metrópole, e não podemos fugir disso, e é uma metrópole dentro da floresta, nós somos privilegiados por causa disso”, destacou a diretora de arborização da Semmas, Raquel Melo.

‘Vamos dar solução definitiva’, diz prefeito ao vistoriar obra emergencial na avenida Mário Ypiranga

“Não vamos fazer remendos, mas dar soluções definitivas”, garantiu o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, na manhã desta terça-feira, 24/11, ao vistoriar a obra emergencial de substituição da antiga rede de drenagem profunda, que cedeu na madrugada devido a forte chuva. Localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro Parque 10, zona Centro-Sul, a área já vinha recebendo reparos de forma subterrânea desde o início do mês de outubro.

O prefeito destacou ainda que sua gestão vai ficar marcada por tornar Manaus uma cidade resiliente. “Isso é herança de um trabalho que não admiramos. Eu iniciei e termino meu governo corrigindo uma falha acumulada durante 40 anos, de uma cidade que cresce dia após dia e que precisa de inúmeras manutenções, igual a uma casa, que não adiantam só os reparos. Estamos comprometidos em realizar um trabalho completo, infelizmente, vamos ter transtornos, mas esse é o nosso compromisso, uma cidade mais resiliente”, disse Arthur.

O trabalho, em execução pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), está concentrado no sentido Centro/bairro, em frente ao Fazendário Clube, para que a via seja liberada com máxima urgência. A expectativa é de que, finalizado esse trecho, o trabalho se estenda para o outro lado da via, com previsão total de 20 dias de execução. “Para que não houvesse interdições, as equipes vinham realizando reparos de forma subterrânea, mas, infelizmente, depois da forte chuva, o que já tinha sido recuperado suportou, mas o que ainda não havíamos feito veio a ceder”, explicou o secretário da Seminf, Kelton Aguiar.

Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estão no local orientando o trânsito. O fluxo está sendo desviado para a rua Dona Balbina Cordeiro, a partir da rotatória do Eldorado, no sentido Centro/bairro, no trecho da avenida Mário Ypiranga Monteiro, em frente ao Clube Fazendário. O desvio feito por dentro do conjunto Eldorado dá acesso à avenida Djalma Batista em direção à zona Norte. A faixa no sentido bairro/Centro está fluindo normalmente.

O acesso para moradores de condomínios e servidores de repartições públicas situadas no trecho interditado é feito, excepcionalmente, na contramão da Mário Ypiranga, na faixa que permanece sem circulação de veículos em virtude da interdição. Enquanto a recuperação da via estiver em andamento, a área ficará interditada, com sinalização de cones para demarcação. Outras soluções para o tráfego na via serão estudadas e implementadas ao longo da execução da obra.

A exemplo do que está sendo realizado na Mário Ypiranga, um trabalho similar está em execução pela Prefeitura de Manaus na avenida Torquato Tapajós, de forma subterrânea, sem que haja prejuízo ao trânsito. A mesma ação deverá ser feita em um trecho da Djalma Batista nos próximos dias. “A ação é uma medida preventiva determinada pelo prefeito Arthur, para que sejam feitas todas as manutenções necessárias de drenagem na cidade”, destacou o secretário da Seminf, Kelton Aguiar.

Até 14h desta terça-feira, 24/11, a Central de Emergência 199, da Defesa Civil Municipal, registrou 16 ocorrências ocasionadas pela chuva da madrugada e manhã de ontem, com atendimentos realizados pelas equipes ao longo do dia. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a média até o momento é de 55 milímetros para a cidade de Manaus. O órgão também ressalta que o Disk 199 está em funcionamento 24 horas.

Os chamados foram para seis situações de desabamento de muro, nos bairros Colônia Terra Nova, Novo Israel, Flores e Petrópolis; três de desabamentos de casa, nos bairros Jorge Teixeira, São Jorge e Novo Israel; três deslizamentos de barranco nos bairros Nova Cidade, Francisca Mendes e Morro da Catita (Valparaíso); um tombamento de árvore, no João Paulo 2; dois casos de erosão, nos bairros Flores e Nova Cidade; e uma situação de cratera no bairro Mauazinho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email