Como praticar o turismo com suas restrições

Na reabertura gradativa dos ciclos que começou no início de julho e também incluiu o comércio e atividades não essenciais na capital. O plano de reabertura gradual estabeleceu regras para serem cumpridas pelos setores público e privado, incluindo distanciamento, higiene pessoal, sanitização de ambientes, comunicação e monitoramento, consideram que as ações adotadas pelo Governo do Estado até o momento permitiram reduzir o ritmo do avanço da Covid-19 em Manaus.

Restaurantes e Flutuantes – No setor de serviços turísticos, foram liberados a voltar às atividades desde o dia 06/7, espaços culturais, centro de atendimento ao Turista, bares somente na modalidade Restaurante e Flutuantes. Os bares poderão funcionar até o horário da meia-noite, obedecendo às restrições impostas a estes. Os flutuantes poderão funcionar até às 18h, com ocupação máxima de 50% de sua capacidade, cumprindo as orientações fixadas para os restaurantes.

Espaços Culturais – Desde o dia 03, o Teatro Amazonas, o Centro Cultural Palácio da Justiça e o Palacete Provincial reiniciaram atividades para visitação turística. As visitas estão sendo agendadas no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) ou no aplicativo Cultura.AM, e os espaços começaram a receber grupos de até dez pessoas por visita. Os espaços culturais funcionam de terça a sábado, das 9h às 15h, e terão mudanças no roteiro de visitação. A entrada será condicionada ao uso obrigatório de máscara e os visitantes deverão manter o distanciamento de 1,5 metro. Outros espaços, cujo retorno das atividades será permitido a partir de 1˚ de setembro, são cinemas, teatros e circos, desde que respeitada a lotação máxima de 50% da capacidade de público.

Eeventos – Os shows de artistas ao vivo, em restaurantes, bares e flutuantes, somente serão permitidos, no máximo, três componentes, respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 m entre os músicos e de 2 metros, entre os músicos e os clientes. Os parques de diversão, temáticos (indoor), aquáticos, de aventura, clubes de campo e unidades de conservação, respeitada a ocupação máxima de 50% de sua capacidade; Eventos, cinema, teatro, turismo de pesca só a partir das 7h, do dia 1˚ de setembro de 2020, sendo: Convenções comerciais e feiras de exposição, obedecido o limite de 40% da capacidade do local do evento, e respeitando o limite máximo de 100 (cem) pessoas no local, além do cumprimento das orientações de distanciamento e higiene já fixadas; Turismo de pesca; Quadras, clubes de dança e espaços para jogos de futebol, tais como, campo, society, salão e areia, jogos de voleibol, basquetebol, handebol e outros esportes coletivos e, ainda, pebolim, tênis, tênis de mesa, sinuca e esportes de combate; Cinemas, teatros e circos, respeitada a lotação máxima de 50% da capacidade.

Atendimento ao Turista – Os Centros de Atendimento ao Turista (CAT) retomaram o atendimento presencial, de forma gradativa e no local estão sendo adotados os protocolos de biossegurança para preservar a saúde dos trabalhadores e visitantes. O atendimento dos CAT’s na Av. Eduardo Ribeiro – Centro e Aeroporto Eduardo Gomes estão funcionando de segunda a sexta, das 9h às 15h.

Meios de Hospedagem – Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) visita empreendimentos de hospedagem em Manaus pela equipe do departamento de Negócios e Eventos e de Estatística do órgão, como forma de se aproximar dos empresários do setor e entender como eles têm reagido a esse período de pandemia provocado pelo Covid-19. Foram visitados 15 empreendimentos e a previsão do órgão é visitar vinte hotéis até 10 de julho. Nas visitas informais, há hotéis que suspenderam as operações, mas têm expectativa de retorno até o fim deste mês. Outros estão operando com baixa ocupação, aguardando que o setor seja reaquecido no próximo semestre, período promissor, onde geralmente ocorre a alta temporada do turismo de Pesca Esportiva no estado.

Atrativos Naturais

Praia da Lua – é uma praia fluvial situada na margem esquerda do rio Negro, a 23 quilômetros da capital e fica a cerca de 10 minutos de lancha ou voadeira (pequeno barco motorizado), partindo da Marina do Davi, na Ponta Negra, próximo ao antigo Tropical Hotel. Foi destacada pelo guia Lonely Planet como a melhor praia de Manaus, diversão em segurança com águas limpas e serviço de bar e restaurante com iguarias regionais servidos nas barracas administradas pelos moradores da comunidade, que vendem bebidas e comidas, como peixes fritos  e assado na brasa.

Esse destino encantador foi citado pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas na campanha #VaiPassar. “As águas escuras que banham o banco de areia branquinho da Praia da Lua te esperam. Quando a pandemia passar, que tal visitar a praia em formato de lua que fica na margem esquerda do Rio Negro, a 23 quilômetros de Manaus?”, uma ação que busca estimular o turismo nacional e incentivar os passageiros do transporte aéreo a remarcarem seus bilhetes para serem utilizados futuramente.

Voando alto

Voepass – Desde o início de julho a companhia vem operando voos diários em São Paulo e mais dez destinos da região Norte, como Manaus e Belém. As operações da Voepass cumprem medidas especiais de limpeza e sanitização das aeronaves, incluindo desinfecção com álcool em gel e uso desinfetantes de padrão hospitalar. Os passageiros também deverão usar as máscaras de proteção desde a chegada ao aeroporto até durante os voos e haverá a marcação dos lugares respeitando a distância entre os assentos utilizados por cada cliente.

GOL – No mês de junho, a companhia aumentou a malha para 100 voos por dia. No mercado doméstico a demanda (RPK) cresceu 95,4% sobre maio de 2020 e a oferta (ASK) aumentou em 84,8% em comparação com o mês anterior. A taxa de ocupação da GOL foi 79,1%. O aumento do tráfego se deu principalmente pela abertura das bases Porto Seguro (BA), Petrolina (PE), Ilhéus (BA), Juazeiro do Norte (CE) e Chapecó (SC), além do aumento de frequências em Guarulhos (SP), Brasília e Galeão (RJ). O período analisado vai de 20 de maio a 20 de junho, durante a pandemia da covid-19.

Azul Linhas Aéreas anunciou o crescimento de 290% na sua malha aérea frente a abril. Serão 303 voos diários em agosto, com o incremento de operações em oito cidades no País. A reabertura das cidades fortalece a conectividade e a presença doméstica da empresa, que passa a atender 80 destinos, entre capitais e cidades regionais. As passagens estão disponíveis em todos os canais oficiais da Azul.

As rotas entre Campinas e Recife, Manaus e Cuiabá terão aumento na oferta de assentos a partir deste mês de julho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email