Como estudar para o Enem e vestibulares diversos

Evidentemente que muitos pensadores, especialistas, estudiosos, colegas professores vão discordar das minhas ideias sobre o tema deste artigo. No entanto, isso sempre funcionou comigo. Então, eu acumulei, na prática real, dados comprovados que reforçam a teoria que vou abordar. Parto do princípio de que esta nova geração gosta de conhecer e de forma rápida, imediata. As redes sociais provam isso. Ocorre que o ENEM e os vestibulares são escritos, com as mãos e canetas.

Isso é um mistério para muitos jovens. Escrever? Sim, e nesse contexto, tem o pior inimigo do estudante desta geração: redação! Mas, afinal, o que leva o nosso Brasil a apresentar a maioria esmagadora de estudantes sendo reprovados em redação no ENEM e nos vestibulares? Simples: falta prática aos alunos ! Mas, por que falta prática? Complexo: a disseminação do ensino on line, e bem antes da pandemia. Claro que existem milhões de explicações, mas vamos focar apenas nessa do ensino on line. Então, vamos tratar de mostrar um caminho para se perder o medo de redação. Primeiro, você tem que querer passar na prova.

Tem que querer mesmo ! Em seguida, consiga canetas e folhas de papel, com pauta. Tente conseguir muitas canetas e muitas folhas de papel. E vamos iniciar. Sabe escrever? Calma, eu quero perguntar se você sabe escrever de forma que outras pessoas entendam. Se você escreve e ninguém entende, só você, você não está transmitindo suas ideias. Então treine a sua caligrafia. Como? Vá nos sites de pesquisa e veja bilhões de formas de treinar. Mas, lembre-se que você vai ter que escrever com as suas próprias mãos. Ok. Então agora que você melhorou a sua letra, vamos treinar para toda e qualquer redação sobre qualquer assunto nas provas que você vai enfrentar. Primeiro, todo e qualquer texto escrito de forma inteligente tem três partes: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão.

Calma, você não precisa dividir o seu texto com essa palavras, mas tente fazer com que os leitores assim entendam seu texto. Vamos treinar. Imagine uma redação aleatória sobre um tema que você não domina. Exemplo: qual a importância das viagens espaciais para o futuro da Humanidade? Imagine que ninguém nunca tenha lhe perguntado isso. Ou, talvez, você nunca tenha pensado nesse assunto. Mas, considerando que as mídias divulgam muito isso, você não estará totalmente ignorante no assunto. Ok. Agora, como escrever a sua redação? Simples: inicie com a Introdução, em um espaço entre 15 e 20 linhas. Escreva que desde o início da história da Humanidade, os seres humanos têm muita curiosidade com o espaço, saber com é por lá etc.

Desenvolva isso, mas até o espaço de 20 linhas. Em seguida, no Desenvolvimento escreva que as viagens contribuem para a Ciência descobrir novos materiais, explicação para a nossa origem, novos planetas para a Humanidade ocupar um dia etc. Pense, e pense mais ainda. Mas não invente ! Apenas pense ! E finalize com a Conclusão. O que é a Conclusão? A Conclusão é o resumo do seu Desenvolvimento e Introdução, com uma frase  de efeito. Por favor, só conclua sobre o que você escreveu ! Treine redações muitas e muitas vezes. Assista os noticiários, leia, se atualize sobre tudo que acontece no Brasil e no mundo. Isso é fácil: veja os noticiários on line, grátis. Muito bem, depois de treinar e treinar e treinar muitas e muitas redações, inicie as correções. Como? Simples: peça para um amigo, amiga etc para ler as suas redações de treino. Daí, essa pessoa vai criticar sua caligrafia, a concordância do texto, a organização das ideias e muito mais.

Você vai se surpreender quando descobrir a diferença entre o que você pensou que escreveu e o que você escreveu de verdade. E quanto às matérias das provas? Aí é mais complicado. Mas, não é difícil. No entanto, é trabalhoso. Você quer uma vaga no mercado de trabalho? Ótimo. Então, conquiste a sua vaga! Estude, leia, leia, leia mesmo ! Não tente decorar nada. Deixe o seu cérebro guardar as coisas que você estudou. Mas, o que é estudar? Simples: leia e leia com atenção. Muita atenção mesmo. Não permita que nada distraia você. Nem seus pensamentos. Não permita que seu cérebro distraia você. Quando estiver realmente cansado, relaxe. E depois continue a estudar. Estude as matérias das provas. Pronto! É simples mesmo. Mas, dá trabalho, como tudo na vida. Isso funciona mesmo. Não é o único caminho, mas funciona.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email