Comissão da Câmara Federal realiza simpósio da Amazônia

O I Simpósio Amazônia e Desenvolvimento Nacional foi apresentado nesta terça-feira para a mídia regional e nacional durante café da manhã realizado no 10º andar do Anexo 4 da Câmara dos Deputados pela Comissão da Amazônia Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional e pelos coordenadores das bancadas dos Estados do Amazonas, Tocantins, Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Rondônia, Roraima e Mato Grosso.

Durante o encontro parlamentares dos nove Estados da Amazônia brasileira expuseram aos jornalistas presentes a preocupação com a região e a razão de realizar um Simpósio neste moldes.

A presidente da CAINDR e coordenadora da bancada do Amazonas, deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), explicou que uma das preocupações do Simpósio são as questões ambientais, a preservação da Amazônia e o combate ao desmatamento, mas também a preocupação com a população da Amazônia brasileira.

“A sustentabilidade ambiental tem que compreender a visão da população. Um olhar pluriétnico cultural”, coloca o deputado Eduardo Valverde, coordenador da bancada de Rondônia.

O deputado José Guimarães declarou o seu apoio ao evento mesmo não sendo parlamentar da área de abrangência do Simpósio. “Entendo que este simpósio é de interesse nacional e vem em uma hora muito importante em que todo o mundo discute um modelo para a Amazônia”, disse.

Além disso, acrescentou o parlamentar, a intenção do simpósio é privilegiar nos próximos anos outras regiões brasileiras além da Amazônia. No próximo ano, por exemplo, o Nordeste será o foco das atenções.

Representando o coordenador do Pará , Paulo Rocha (PT/PA) , o deputado Lira Maia (DEM/PT) colocou a necessidade de sair do “sentimentalismo” para o racional e debater uma política visando a proteção dos homens.

A deputada Dalva Figueiredo (PT/AP), o deputado Ilderlei Cordeiro e o coordenador da bancada do Estado de Rondônia Francisco Rodrigues colocaram a necessidade de voltar as atenções para a Amazônia e discutir políticas públicas para o desenvolvimento da região. “Este simpósio é uma forma de traças ações para a região”, explicou Dalva.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email