Comércio sofreu na pandemia

A Superintendência da Zona Franca de Manaus, em parceria com a Câmara de Dirigentes de Lojistas de Manaus, realizou uma pesquisa com o objetivo de medir os impactos desde o início da pandemia no comércio da capital. Realizada através de formulário eletrônico, ela obteve 120 respostas, das quais 86,7% das empresas se classificaram como varejistas e 13,3% como atacadistas. Os resultados evidenciaram apenas 9,2% disseram operar normalmente, 46,6% estavam operando com algum tipo de restrição de funcionamento e os 44,2% restante não estavam em funcionamento. Em relação ao impacto no faturamento operacional, 40% das empresas afirmaram que seu faturamento cessou por completo desde a pandemia e apenas 9,1% das empresas comerciais afirmaram que seu faturamento se manteve estável ou aumentou nos tempos recentes. As demais sofreram quedas em algum nível no faturamento. Entre os principais problemas apontados para a queda de faturamento, a “impossibilidade de funcionamento normal por força de decreto do poder público”, foi apontada por 67,5% das empresas participantes, seguida de “insuficiência de capital de giro e dificuldade de acesso à crédito financeiro” e “redução da demanda pelos clientes”, ambos apontados por 60,8% das empresas. 

EXPECTATIVA

A pauta do Tribunal de Contas do Estado de hoje está recheada de processos relativos a gestores de vários municípios, mas a maior expectativa é pela reação ao discurso do conselheiro Ari Moutinho Junior, que em sessão virtual da Assembleia Legislativa atacou fortemente o governador Wilson Lima (PSC).

INCENTIVO

Cultivado há mais de 50 anos na região do Novo Remanso, distrito do município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus), o abacaxi representa a principal fonte de renda para famílias de agricultores rurais do local. O fruto recebeu, no início deste mês, o selo de Indicação Geográfica, na categoria Indicação de Procedência, do Instituto Nacional de Propriedade Industrial. O reconhecimento, publicado na “Revista da Propriedade Industrial” do Inpi, chegou como um incentivo para os produtores do Novo Remanso, que agora têm a expectativa de expandir a comercialização e exportar para novos mercados.

RECUPERAÇÃO

A Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca da Assembleia Legislativa do Amazonas promove amanhã, às 15h, uma audiência pública virtual com órgãos e entidades do comércio para discutir estratégias e ações planejadas da Agência de Fomento do Estado do Amazonas, visando a recuperação da economia do Estado durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

EXPLICAÇÃO

O Núcleo de Geoprocessamento do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (IDAM) criou uma força-tarefa para a elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR) dos produtores rurais do estado do Amazonas. O objetivo é que com o CAR os produtores acessem o Crédito Rural e o Idam elabore mais de mil projetos de crédito.

HABITAÇÃO

Mil cestas básicas foram doadas na tarde desta terça-feira (16/06) pela LG Electronics, uma das empresas presentes no Polo Industrial de Manaus (PIM), para o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). As doações totalizam 13 toneladas e serão direcionadas para instituições cadastradas junto à pasta que desenvolvem trabalhos com grupos em vulnerabilidade social.

VAI INAUGURAR

Com 98% de execução, o complexo viário Ministro Roberto Campos recebe os últimos retoques para ser entregue no próximo dia 29. Ontem, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), fez a inspeção final da obra, que já realiza testes com veículos na estação de transferência, instalação dos elevadores, paisagismo e urbanização geral.

CREMATÓRIO

O serviço de crematório da Prefeitura de Manaus, em parceria com a iniciativa privada, completa 50 dias com 73 famílias optantes pelo processo durante a pandemia da Covid-19. A técnica funerária passou a ser ofertada para desafogar o sistema de sepultamento em razão da alta demanda durante agravamento da doença causada pelo novo coronavírus e diminuiu a pressão sobre o cemitério Nossa Senhora Aparecida, bairro Tarumã, zona Oeste, principal espaço para novos enterros públicos.

DESTAQUE

A atuação do Tribunal de Justiça do Amazonas ganhou visibilidade internacional com duas reportagens que fazem parte de práticas do sistema de Justiça inseridas no “Centro de Informação sobre a covid-19 e Pessoas Privadas de Liberdade”, plataforma que mapeia a situação carcerária no mundo.

FRASES

“O governo não quer o desenvolvimento do Estado.” Ari Moutinho Junior, conselheiro do Tribunal de Contas, defendendo a quebra do monopólio do gás em sessão virtual da Assembleia Legislativa, em discurso recheado de ofensas ao governador Wilson Lima (PSC)

“A democracia permite idéias divergentes, mas são inadmissíveis ataques a honra de quem quer que seja. Não é um ataque vil ao cidadão Wilson Lima. É uma ofensa grave ao cargo de governador constituído democraticamente pelo povo”. Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas, em resposta a Ari Moutinho Junior

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email