Comércio local comemora crescimento de 8,7%

O comércio varejista do Amazonas apresentou um crescimento nas vendas de 8,7% nos primeiros sete meses deste ano, num quadro comparativo ao mesmo período de 2006. Em julho, a variação positiva foi de 4,9%, ante o mesmo intervalo do ano passado, conforme a pesquisa mensal sobre o desempenho do comércio varejista divulgada, ontem, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Desempenho positivo

Para os representantes do setor comercial de Manaus, o aumento no prazo de pagamento das vendas comerciais tem sido o principal motivo desse desempenho positivo.
Essa também é a avaliação do economista Eli Custódio, que desenvolve pesquisas técnicas sobre as vendas comerciais na cidade. “Houve mais flexibilidade no prazo de pagamento, o que tem facilitado o consumo entre pessoas de baixa renda. Além disso, nós estamos passando por uma conjuntura econômica favorável ao aumento do consumo”, disse.
O presidente da Fecomercio, (Federação do Comércio Bens e Serviços do Estado do Amazonas), José Roberto Tadros, destacou que o atual contexto macroeconômico também constitui como fortes motivos favoráveis às vendas. “A redução da taxa de juros Selic associada ao controle da inflação tem favorecido o aumento no número de empregos e, conseqüentemente, o consumo da população”, justificou.
De acordo com o representante das empresas do setor comercial, todo esse contexto tem favorecido principalmente os setores de eletrodomésticos, calçados, confecções e veículos. “Esses são os setores que mais tem se destacado nas vendas neste ano”, disse Roberto Tadros.

Renda do trabalhador está elevada

José Roberto Tadrosdisse que todo um contexto favorável permitiu as empresas comerciais oferecerem um reajuste acima da inflação no piso da categoria. “Como as vendas foram satisfatórias, tivemos condição de oferecer uma remuneração melhor aos comerciários, desse modo, contribuímos para elevar a renda dos nossos trabalhadores”, informou.
Na opinião Tadros, a abertura de grandes lojas no Amazonas nos últimos 10 meses também contribuiu para aquecer o varejo no Estado. “Manaus está recebendo grandes empresas comerciais; até o próximo ano teremos as lojas Americanas que está retornando à cidade, inaugurando uma filial no Porto de Manaus e outra no centro da cidade”, disse.
O representante da Fecomercio destacou que nos próximos meses, o varejo local deverá continuar em ritmo de crescimento e nesse período do ano, próximo ao Dia das Crianças, os estabelecimentos do ramo infantil deverão apresentar os maiores resultados de vendas. “As lojas de brinquedos, confecção e calçados infantis, geralmente, apresentam o melhor destaque comercial nesse período do ano”, explicou o executivo, que projeta um desempenho comercial até o final do semestre superior ao valor obtido em 2006.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email