Comércio de veículos cai 12,9% na mês de julho

Depois de um crescimento de 4,8% no primeiro semestre, as vendas de veículos acentuaram em julho a tendência de desaceleração registrada no mês passado.
O volume da primeira quinzena útil deste mês foi 12,9% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado. A queda foi semelhante na comparação com junho: 12,6%.
A desaceleração no segundo semestre já é esperada porque os números passam a ter uma base de comparação maior. O fraco desempenho no início do ano passado forçou o governo a reduzir o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para o setor e garantiu uma reação a partir de junho.
Analistas temem, contudo, uma desaceleração mais intensa diante de um cenário mais desafiador (alta dos juros, do dólar e inflação), capaz de reverter o crescimento acumulado nos primeiros meses do ano. As previsões para 2013 variam de alta de 3% a 4,5%.
A tendência de desaceleração já havia aparecido nos dados de junho, quando o mercado teve retração de 11% influenciado ainda pelo impacto das manifestações nas vendas.
O ritmo mais lento nas lojas elevou os estoques nas redes e nas montadoras para 415 mil carros, volume suficiente para 39 dias de vendas e um ponto de atenção.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email