Comércio de Roraima deve faturar R$ 10 mi com campanha

A CDL-Boa Vista (Câmara dos Dirigentes Lojistas) recolhe até hoje as urnas das 400 lojas participantes da segunda edição do Liquida Roraima. A campanha, que começou no dia 30 de agosto e encerrou no último domingo e dá ao consumidor o direito de concorrer a prêmios, deve render entre R$ 8 milhões e R$ 10 milhões aos lojistas da capital.
De acordo com os cálculos da direção da CDL-Boa Vista, o faturamento com a campanha já supera a casa dos R$ 8 milhões. “Mas, esse número pode subir até os R$ 10 milhões, já que foram distribuídos cerca de 400 mil cupons em prêmios e cada raspadinha equivale a R$ 25 em compras”, explicou o vice-presidente da câmara, Josiel Vanderlei da Silva.
O rendimento esperado pela associação é o dobro do faturamento registrado pela associação durante a primeira edição do Liquida Roraima, realizada no ano passado. Este ano, a campanha contou com a adesão de pouco mais de 400 lojistas, cerca de 52,6% de empresários a mais que a promoção de 2006.
A terceira edição da campanha já tem data marcada para acontecer, entre setembro e outubro de 2008, conforme Josiel. “Estamos estudando a possibilidade de realizá-la entre esses dois meses, ao invés de agosto e setembro. De qualquer forma, os descontos nos preços dos produtos devem ficar entre 10% e 70%, como esse ano”, garantiu.
Se depender dos lojistas, a iniciativa já tem apoio para o próximo ano.
Participando pela primeira vez da campanha a sapataria Spazzo registrou crescimento entre 15% e 20% nas vendas, ante igual período do ano passado. “Com a liquidação muita gente aproveitou para comprar com preço mais em conta e isso gerou aumento, nessa mesma ordem, no fluxo de consumidores na loja”, comentou o proprietário Francisco José Moreira Araújo.
Para ele, outro ganho proporcionado com a campanha foi a saída de itens do estoque antigo da loja. “Com o Liquida Roraima tivemos a chance de vender alguns modelos de sapatos que já estavam no estoque e voltaram com preço bem mais baixo”, disse Araújo.
Com a venda, a loja deve fazer novos pedidos e incrementar o mix de produtos, que hoje conta com mais de 200 modelos diferentes.
Há 20 anos no ramo de confecções, a Rio Center também aproveitou a data para lucrar mais. De acordo com o gerente de vendas da loja, Antônio Franco, as vendas cresceram cerca de 20%, em comparação ao desempenho pontuado na primeira edição da campanha promocional.
Para o gerente, os descontos de 10% a 50% oferecidos pela loja foram o principal atrativo na hora de escolher as mais de mil peças do vestuário. “O preço baixo atrai todos os públicos e com isso todos saem ganhando. Do nosso lado, o bom é o aumento na demanda”, afirmou Franco, acrescentando que em 2008 a loja vai aderir à promoção.

Consumidores também ganham

Além de concorrer aos brindes sorteados nos dias de realização da campanha com a raspadinha premiada, os consumidores ainda têm a chance de ganhar outros 200 prêmios, distribuídos em seis caminhões.
O principal sorteio da promoção inclui eletrodomésticos e está previsto para acontecer dia 21 de setembro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email