Comércio de Manaus esquenta na semana do Dia dos Pais

O movimento no varejo da capital começou a esquentar nesta semana e já começava a aquecer os motores – e as caixas registradoras – nesta sexta (6), na reta final para o Dia dos Pais. As pesquisas preliminares da CDL-Manaus (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus) e da Fecomercio-AM (Federação do Comércio de Bens e Serviços do Estado do Amazonas) pontuou uma expectativa de 2,1% a um patamar pouco acima dos 5%. Os lojistas ouvidos pela reportagem do Jornal do Commercio, no entanto, acreditam mais na data e aguardam um incremento de 7% a 20% no volume comercializado. 

De acordo com o presidente da FCDL-AM (Federação da Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Amazonas), e vice-presidente da CDL-Manaus, Ezra Azury, o volume comercializado pelo varejo local está dentro do esperado e já vinham de um movimento crescente, desde quarta (4), embora também não pudessem ser classificadas exatamente como um “boom de vendas”. A entidade já espera que o percentual de alta se situe entre 2% e 3% e acredita que até pode ir além disso.

“Mas, ainda é muito cedo para dizer isso. Tudo vai depender de como vão ser os números de hoje e de amanhã. Até às 16h30, o movimento seguia em um ritmo normal para uma sexta feira, com um pouquinho mais de incremento. Mas, as vendas realmente mais fortes costumam acontecer a partir das 18h e, nos sábados, com certeza, o dia todo. Com relação aos produtos de maior procura, informações preliminares indicam que está batendo com nossas perspectivas, que indicavam vendas mais intensas para as confecções”, declarou. 

Um dos segmentos que mais colheu ganhos no Dia das Mães e no Dia dos Namorados, e que aparece como um dos preferidos dos consumidores de Manaus para presentear no Dia dos Pais, é o de perfumes, cosméticos e similares. Na sondagem da CDL-Manaus, aparece em segundo lugar, com 11,70% das preferências de quem vai comprar, e na terceira posição (12%) do ranking do que os homenageados querem ganhar. Na pesquisa da Fecomercio-AM, ocupa a segunda colocação (20%) da lista de compras.

“Expectativas se concretizando”

Tradicional grupo especializado em no segmento, e contando com um contingente de 400 funcionários em 16 lojas no Estado, a Comepi espera que o Dia dos Pais renda alta de 8%. As principais apostas da companhia ainda são os perfumes e, segundo o diretor geral, Gustavo Souza, “até o momento as estimativas estão se concretizando”.

“Já estamos sentindo o movimento de busca por presentes para os pais melhorar, desde o inicio do mês. Porém, acreditamos que sábado será o auge. Estamos com muitas promoções e com forte divulgação em todos os canais de vendas: lojas físicas, site e redes sociais. Nesta semana, as lojas já estão com ações específicas para os pais, sorteios de cestas com produtos masculinos, sorteios de corte e aparo de barba e bigode”, listou.

Indagado sobre a eventualidade de investimentos e contratações para o período, Gustavo Souza disse que as lojas estão bem preparadas para receber pais, filhos e clientes em geral. “A Comepi tem por característica manter sempre uma quantidade suficiente de funcionários para melhor atender seus clientes, atrelada a bons serviços e a um trabalho contínuo de treinamentos de colaboradores para todas as datas normais e especiais do ano”, atalhou.

“Dentro do planejamento”

Produtos de maior valor agregado – e menos cotados nas listas de compras citadas nas pesquisas da Fecomercio-AM e da CDL-Manaus – aparecem com expectativas menos robustas para as vendas do Dia dos Pais. É o caso do sonho de consumo da grande parte de pais e filhos: o smartphone. Na pesquisa da Fecomercio-AM, ele está no quinto lugar da lista de compras, respondendo por 9% das escolhas dos entrevistados. No levantamento da CDL-AM, aparece na última posição (2,81%).

Empresass que se especializaram nesses produtos, no entanto, não deixam de acreditar em um retorno significativo para a data, em que pesem as dificuldades econômicas e sanitárias. O sócio diretor da Foto Nascimento, Antonio, Kizem Rodrigues, informa que a empresa projeta crescer 7%. Com 11 lojas e em torno de 180 colaboradores no Amazonas, o grupo tem suas vendas alavancadas prioritariamente por telefonia, relógios e informática.

Questionado sobre a resposta da clientela, o empresário respondeu que o movimento começou “meio fraco”, mas ressaltou ter expectativas de uma melhora substancial neste sábado (7). Em relação às promoções e ações de marketing, Rodrigues diz que a empresa apoia ações dos shoppings e “sempre” com alguns produtos com “preços especiais”. Mas, diz que não houve aumento de investimentos ou empregos para a data, e que segue “dentro do planejamento”.

De acordo com o sócio diretor da Foto Nascimento, o Dia dos Pais vem para ajudar a movimentar as vendas, que oscilaram no mês passado. “Julho começou bem os primeiros 12 dias, depois caiu sem paraquedas, para melhorar nos três últimos dias. No nosso caso, estamos trabalhando para recuperar os meses parados. Nossa expectativa é que possamos continuar tirando o déficit de 2021 e terminar o ano com crescimento de 5%”, ponderou.

“Mix direcionado”

Mais otimista, a rede Bemol trabalha com a estimativa de crescer 20% neste Dia dos Pais, conforme assinala a porta-voz da empresa e gerente de loja da filial da avenida Eduardo Ribeiro, Márcia Muneymne, por meio da assessoria de imprensa da companhia. Amparada em um mix maior de produto, capitalizado por uma rede de oferta que inclui 29 lojas – distribuídas por Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre – e 4.000 colaboradores, o grupo tem suas fichas concentradas em produtos diversos para a datal, como ferramentas, relógios, acessórios de informática e – principalmente – smartphones.

Ferramentas, contudo, são a preferência de 2% de quem vai receber presentes no Dia dos Pais deste ano, conforme a CDL-Manaus, mas não aparece em nenhuma das duas listas de compras levantadas pelas duas entidades. Relógios, por outro lado, são a escolha de 9% dos consumidores ouvidos pela Fecomercio-AM e por 8,3% das intenções de compras pontuadas no estudo da CDL-Manaus. Artigos de informática são a escolha de 2%, conforme a Fecomercio-AM e não pontuam na lista da CDL-Manaus. 

“Esta semana já foi bastante aquecida e com fluxo intenso nas lojas, mas a expectativa é que esse número aumente, neste fim de semana. Estamos com uma campanha especial de ofertas nas redes sociais, encartes e televisão. A empresa investiu em um mix de produtos direcionado para esta data, com preços em oferta, além de fazer um VT institucional homenageando a data sazonal. Também está com exposições atrativas nas lojas, com produtos variados para presentes”, finalizou.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email