Comanche investirá US$ 14 milhões na Bahia

“A Bahia oferece uma série de vantagens para a produção de biocombustíveis. Nossa planta tem uma localização estratégica, com uma boa logística de transportes

O grupo Comanche Clean Energy, produtora de biocombustíves de capital norte-americano, vai ampliar os investimentos no Estado da Bahia. Serão investidos US$ 14 milhões para a expansão da planta de biodiesel do grupo, localizada no município de Simões Filho, para a aquisição de novas áreas de plantio no interior do Estado e também para incentivar a agricultura familiar – uma das principais fontes de insumos da usina.

“A Bahia oferece uma série de vantagens para a produção de biocombustíveis. Nossa planta tem uma localização estratégica, com uma boa logística de transportes. Além disso, há diversidade de matéria-prima, proveniente tanto do agronegócio quanto da agricultura familiar – essa última fundamental para alavancar o desenvolvimento social da região. Para finalizar, há no Estado áreas com elevado potencial para o desenvolvimento de novas culturas”, afirma João Pesciotto, vice-presidente de Novos Negócios do grupo Comanche.

Cerca de US$ 4 milhões serão utilizados para a implementação de uma nova unidade reacional na usina, que foi adquirida pela Comanche em abril de 2007. A planta terá capacidade de produção de 100 milhões de litros de biodiesel ao ano. O restante dos recursos será investido na aquisição de áreas para o plantio de matéria-prima e para incentivar a agricultura familiar. Os principais insumos utilizados são óleos vegetais de algodão, soja, girassol, sebo bovino e óleo de cozinha usado.

Alinhada com a preocupação social da Comanche, de contribuir para o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde suas unidades de produção estão localizadas, a agricultura familiar representa 50% das fontes de insumos utilizadas na produção de biodiesel em Simões Filho. São 2,2 mil famílias, de diversas áreas do interior da Bahia, que vendem suas matérias-primas para a Comanche. O planejamento é que mais áreas sejam disponibilizadas para a agricultura familiar no Estado. “A agricultura familiar é o nosso principal parceiro. Essas pequenas propriedades oferecem um grande potencial para a produção de oleaginosas, como, por exemplo, a mamona”, explica Pesciotto.

O investimento na agricultura familiar, além de ser vantajoso devido à tradição dessas pequenas propriedades na cultura de oleaginosas, proporciona à Comanche o selo social, exigido pela Petrobras para a participação nos leilões de biodiesel. A cadeia produtiva do biodiesel envolve diversos agentes econômicos, desde o trabalhador rural até a logística de transporte. Os investimentos da empresa em Simões Filho priorizam os fornecedores locais – comércio de indústria de base.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email