Coletas de latas é a maior da história

A Abal (Associação Brasileira do Alumínio)e a Abralatas (Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade) informam que o país reciclou 96,5% do total de latas de alumínio para bebidas comercializadas no mercado interno, em 2007. Segundo dados das duas entidades, foram recicladas no ano passado 160,6 mil toneladas de sucata de latas, o que corresponde a 11,9 bilhões de unidades – 32,6 milhões por dia ou 1,4 milhão por hora.
Trata-se do maior resultado registrado pelo índice, desde que ele passou a ser calculado em 1990, e mantém o Brasil na liderança mundial pelo sétimo ano consecutivo, em reciclagem de latas de alumínio. Até então o recorde havia sido alcançado em 2005, quando o país atingiu a marca de 96,2%. Em 2007, o volume de latas coletado no país foi 15,5% maior que o do ano anterior, acompanhando as vendas, que cresceram 13% no mesmo período.

Vantagens ambientais

A reciclagem de latas de alumínio para bebidas movimentou no ano cerca de R$ 1,8 bilhão. Somente a etapa de coleta (compra de latas usadas) injetou cerca de R$ 523 milhões na economia nacional, o equivalente à geração de emprego e renda para 180 mil pessoas.
Além dos benefícios sociais e econômicos, a reciclagem de latas de alumínio também favorece ao meio ambiente. O processo de reciclagem de latinhas libera somente 5% das emissões de gás de efeito estufa quando comparado com a produção de alumínio primário. Ao substituir um volume equivalente de alumínio primário, a reciclagem de 160,6 mil toneladas de latinhas proporcionou uma economia de 2.329 GWh/ano de energia elétrica ao país, o suficiente para abastecer, por um ano inteiro, uma cidade com mais de um milhão de habitantes, como Campinas (SP).
O coordenador da Comissão de Reciclagem de Abal, Henio De Nicola e o diretor Executivo da Abralatas, Renault de Freitas Castro, estão à disposição da imprensa nos seguintes telefones: (11) 9966-9611, (11) 8485-7924 e (11) 9615-7887 para maiores informações sobre o segmento.

Sobre a Abal

Entidade representativa da indústria do alumínio, a Abal congrega 100% dos produtores de alumínio primário e indústrias transformadoras do metal, que representam cerca de 80% do consumo doméstico, além de empresas consumidoras de produtos de alumínio, fornecedores de insumos e serviços.
Fundada em 1970, a Abal tem como foco o desenvolvimento da indústria do alumínio, a difusão de novas tecnologias e o suporte informativo aos associados e à opinião pública, promovendo a competitividade interna e externa de um setor que representa 4,3% do PIB industrial brasileiro. Por meio de comissões, comitês e grupos de trabalho, a entidade desenvolve projetos visando incentivar as novas aplicações para o metal e à representação do setor junto aos órgãos governamentais e da comunidade. Mais informações podem ser obtidas no site www.abal.org.br.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email