Colaboração com clientes é prioridade de TI

A Sterling Commerce, uma empresa da AT&T Inc (NYSE:T), divulgou os resultados de uma pesquisa independente sobre prioridades na área de TI (tecnologia de informação) nos setores de telecomunicações e mídia. A pesquisa concluiu que 80% destas empresas sentem que a recessão já passou ou está a meio caminho disso. Preparando-se para o aumento de seus gastos, a vasta maioria das empresas entrevistadas (79%) planeja concentrar-se mais em estratégias de vendas e 63% indicaram que uma maior colaboração com clientes é de grande importância.
A pesquisa mostra que as companhias deverão investir em um melhor atendimento ao cliente, expandindo para novos canais de vendas e melhorando a responsividade do processo de vendas. Quanto a prioridades para investimentos em software, 91% responderam que uma melhor colaboração com clientes, incluindo as áreas de vendas e atendimento, é uma preocupação máxima. Noventa por cento têm como objetivo reduzir custos de TI e aumentar o retorno sobre investimentos (ROI), sendo que 88% indicaram também como prioridade maior agilidade da TI e da empresa.
Quando perguntadas sobre quais eram as áreas que demandavam melhorias, praticamente três quartos das pessoas responsáveis pela tomada de decisões responderam que suas empresas poderiam ter um melhor desempenho se controlassem mais os custos e obtivessem um maior índice ROI, o que é sempre uma prioridade máxima para companhias. Além disso, a pesquisa detectou que 71% das pessoas entrevistadas responderam que uma maior colaboração com clientes era uma prioridade, mas que não estavam muito satisfeitos com seus atuais desempenhos neste quesito. Analogamente, 64% pensam desta mesma forma em relação à melhoria de suas capacidades de e-commerce.
“Os resultados destas pesquisas indicam um desejo de melhorar os processos de vendas e de colaboração com clientes, pois muitos gerentes de TI não estão satisfeitos com o desempenho destes processos”, disse o executivo global para o setor de comunicações e mídia da Sterling Commerce, John Konezal.
“A pesquisa demonstra tanto as tendências globais quanto locais das empresas nos setores de telecomunicações e mídia. No Brasil, a Sterling Commerce tem observado com muita atenção as movimentações de seus clientes e orientado sua oferta de suítes de soluções para atender às necessidades de integração de negócio de cada um deles”, disse o diretor-presidente da Sterling Commerce Brasil, Marcelo Ramos, .

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email