Codesp apresenta projeto de expansão do porto à Antaq

Os diretores da Antaq (Agência Nacional de Transporte Aquaviário), Fernando Fialho, Murillo Barbosa e Tiago Lima, conheceram na última terça-feira, 28, os projetos de expansão do porto de Santos em uma reunião técnica conduzida pela presidência da Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo).
A Codesp contratou um estudo para a elaboração de um planejamento estratégico que apontará um novo modelo de estrutura da Docas, que também servirá de referência para outros estudos, como por exemplo, de aprimoramento da gestão da companhia.
“A visão contemporânea adotada pela direção da Codesp está focada na capacidade atual do porto que, certamente, passando por algumas adequações, continuará sendo o porto mais importante do país”, destacou o presidente da Codesp, José Roberto Serra.
Considerado o principal porto da América Latina, Santos possui uma área de influência que abrange as regiões centro-oeste, sudeste e sul do país, como também beneficia alguns países vizinhos. De acordo com dados do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio), a movimentação do porto nos primeiros cinco meses do ano correspondeu a US$ 27.8 bi, o que representa 27% da balança comercial brasileira, que atingiu US$ 101.6 bi.
Recentemente, a Codesp concluiu a licitação do terminal de veículos (TEV) que rendeu aos cofres da companhia mais de R$100 milhões. Com dinheiro em caixa, está prevista a construção da perimetral para dar acesso exclusivo ao porto, eliminando um dos graves problemas operacionais hoje existentes em Santos.
Além disso, o presidente da Codesp destacou os investimentos para o reforço do cais, avaliado em US$50 milhões e a dragagem do porto, estimada em US$ 77.5 milhões. Ainda sob análise da Codesp estão os projetos dos terminais da Prainha e Conceiçãozinha, ambos para a movimentação de conteineres.
A reunião realizada na sede da companhia contou com a presença dos seus diretores: Paulino Vicente, de infraestrutura; Renato Barco, de planejamento; Carlos Kopittike, de desenvolvimento comercial, além do presidente da Codesp, José Roberto Serra.
Durante a reunião, o presidente da Codesp foi enfático em afirmar que a direção da companhia vem trabalhando de forma a “realinhar os interesses institucionais do porto de Santos com a Antaq, com o objetivo de garantir o andamento dos projetos de expansão do porto dentro das exigências legais estabelecidas pela Agência”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email