Do total de R$ 869 milhões previstos em 33 projetos industriais aprovados ontem no Conselho de Desenvolvimento do Amazonas, cerca de R$ 80 milhões foram destinados a projetos agroindustriais nas cidades de Presidente Figueiredo, Manacapuru e Humaitá, o maior volume de investimentos em uma única pauta do conselho voltados para cidades fora do eixo da capital. Em Presidente Figueiredo, a 117 quilômetros da capital, a empresa ACB Andrade Comércio de Produtos Alimentícios e Indústria de Pescado Eireli pretende instalar uma unidade para produção de hambúrguer de peixe e peixe beneficiado com a mão de obra de 72 trabalhadores e investimentos de R$ 5,1 milhões. Em Manacapuru, a Rancho Ferradurinha Agro Industrial vai produzir derivados de leite (doce de leite, manteiga, queijo e iogurte) com recursos de R$ 1,7 milhões e contratação de 25 pessoas. Com foco na cadeia de Carne, o Frigorífico Amazonas aprovou projeto no valor de R$ 73,6 milhões para abrir unidade em Humaitá. A empresa se comprometeu, de acordo com o projeto, a contratar 120 pessoas.  Esses três projetos estimam a criação de 217 vagas no mercado de trabalho no período de até três anos.

ALERTA LIGADO

De acordo com dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, a média móvel de casos de Covid-19 evoluiu 23% no Amazonas nos últimos 14 dias. Em Manaus, a alta de casos no período foi de 55%. As hospitalizações em decorrência da doença e os óbitos também têm apresentado tendência de aumento. Segundo a FVS-AM, a taxa de ocupação de leitos clínicos destinados à Covid-19 na rede estadual cresceu 51% nos últimos 14 dias. A média móvel de mortes por Covid-19 no Amazonas evoluiu 36% também nesse mesmo período.

PRORROGAÇÃO

O Comitê de Enfrentamento da Covid-19, do Governo do Amazonas, aprovou a prorrogação do Decreto nº 42.794/2020, que se encerraria ontem (26). Com a decisão, fica suspenso, por mais 30 dias, o acesso às áreas de praias para recreação e o funcionamento de balneários, flutuantes e bares. A medida foi tomada após avaliação dos dados epidemiológicos da doença no estado, apresentados pela Fundação de Vigilância em Saúde.

QUEM CHEGA

Pablo Ricoldy assumiu como novo superintendente regional do Banco do Brasil, atendendo demandas do Amazonas, Rondônia, Acre e Roraima. “Em primeiro lugar, dou os parabéns para o prefeito Arthur Neto pela queda de arrecadação que não aconteceu em Manaus, mesmo em um momento tão difícil pelo qual passamos. Isso é fruto de um investimento bem feito e controle de gastos, que faz toda a diferença em uma gestão. O Banco do Brasil é um parceiro e nosso objetivo é atender às demandas da prefeitura”, disse o novo superintendente.

PLANO

Com o objetivo de desenvolver uma consciência institucional sustentável contando com o apoio dos 120 colaboradores, a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, do Governo do Estado, lançou o seu Plano de Gestão Ambiental. A finalidade do plano é desenvolver e implementar instrumentos de gestão ambiental no âmbito do órgão. 

PONTO FACULTATIVO

O Governo do Estado decretou ponto facultativo nas repartições públicas, autarquias e fundações do Estado na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro, ressalvados todos os procedimentos já agendados pelo Sistema Estadual de Saúde.

PREMIADO

O professor do Centro de Estudos Superiores de Parintins da Universidade do Estado do Amazonas, Brychtn Ribeiro de Vasconcelos, foi um dos três vencedores da categoria Estudante de Doutorado, do IX Prêmio José Bonifácio de Andrada e Silva. A premiação é ofertada pelo Instituto O Direito por um Planeta Verde, premiando os melhores ensaios acadêmicos inéditos sobre Direito Ambiental visando o desenvolvimento e o amadurecimento da pesquisa na área.

QUESTIONAMENTO

A Defensoria Pública do Estado questionou o Tribunal Regional Eleitoral a respeito da fiscalização do cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19 nas campanhas políticas do Amazonas. A medida foi tomada após a Defensoria receber relatos de realização de atos eleitorais em que os decretos estaduais com restrições para conter a pandemia estão sendo desrespeitados.

BERLINDA

Constam na pauta de hoje do Tribunal de Contas do Estado 12 prestações de contas de gestores e ex-gestores do Estado. Serão apreciadas as contas do então diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas em 2019, Armando Silva do Valle; do ex-presidente da Câmara de São Paulo de Olivença, vereador Marcio Gonçalves Galhego; do vereador de Humaitá, Raimundo Santos Cruz, na época em que esteve na presidência da Câmara em 2016.

FRASES

“Campanhas eleitorais e a antecipação das chuvas causaram o aumento dos cados de Covid-19.” Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas

“O mundo está mudando rapidamente com a internet e com as novas tecnologias. A nossa educação não pode ficar indiferente diante dessa nova realidade.” David Almeida (Avante), candidato a prefeito de Manaus

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email