Codam avalia pauta de R$ 1,5 bilhão, com 40 projetos para o PIM

O Codam avalia, nesta terça (22), uma pauta de mais de R$ 1,5 bilhão e um total de 40 projetos para o PIM, tanto de implantação (15), quanto de diversificação (19) e atualização (6). As propostas previstas na 290ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Amazonas preveem ainda a geração de 1.269 novos postos de trabalho, nos próximos três anos, no Polo Industrial do Amazonas, sendo 1.047 diretos e 222 indiretos.

Esta é a segunda reunião do Codam, neste ano. Caso a pauta passe pelo crivo dos conselheiros em sua integra, o órgão ligado à Sedecti (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação) terá dado sinal verde a um total de R$ 16,5 bilhões em investimentos alocados em 109 projetos, com previsão de um total de 5.144 novos empregos. Para efeito de comparação, as duas primeiras reuniões do Conselho ocorridas em 2020 haviam totalizado R$ 2,36 bilhões em investimentos, com estimativa de gerar 3.820 vagas em 87 projetos.

A pauta de projetos de implantação submetida hoje ao crivo dos conselheiros é extensa e diversa, incluindo componentes eletrônicos e de informática, resinas termoplásticas, transformadores, sorvete e artefatos de ferro e aço, entre outros. Um dos destaques, em termos de volume de investimentos, vem da Hana Eletronics Indústria e Comércio Ltda, que está aportando diretamente R$ 60,08 na fabricação de circuitos integrados e módulos de memória RAM, com previsão de gerar 31 postos de trabalho (15 diretos e 16 indiretos), no processo.

Outro projeto relevante, desta vez em termos de geração de empregos, vem da Rodrigues Indústria e Comércio de Colchões Ltda. A empresa deve contratar diretamente 99 trabalhadores, além de gerar 22 vagas de mão indireta para fabricar travesseiros, camas (“articulada” e “americana) e colchões (“de espuma e de mola combinados”). A iniciativa conta com R$ 3,09 milhões de investimentos fixos – e R$ 5,49 milhões de aportes financeiros.

Do lado dos projetos de diversificação, a proposta com maior injeção de capital financeiro é o da Sagemcom Brasil Comunicações, que está reservando R$ 31,32 milhões para linhas de produção de registradores/medidores de energia elétrica. A proposta projeta criação de 86 postos de trabalho no PIM – 68 diretos e 18 indiretos. Já a Rubberon Indústria Comércio e Exportação Eireli espera produzir artigos de matéria plástica para transporte ou embalagem, além de chapa, rolha, tira, fita e películas de plástico. Para isso, está aportando R$ 16,53 milhões e espera contratar até 54 pessoas – além de gerar mais 10 vagas de mão de obra indireta.

“A reunião do Codam continua sendo muito importante para o PIM, com a confirmação de mais projetos de implantação e diversificação para nosso parque industrial. Além disso, o aumento dessa procura demonstra a credibilidade da ZFM, em termos de segurança jurídica, mantendo viva a atração de investimentos para o modelo Zona Franca de Manaus”, comemorou o presidente da Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), Antonio Silva,

Prazos e incentivos

Em seus comunicados, a pauta da 290ª Reunião Ordinária do Codam confirma a aprovação ad referendum do decreto nº 43.840, de 10 de maio de 2021, pelo governo estadual. O documento, em anexo, informa que o prazo limite para implantação das linhas de duas linhas de produção da Polyvox Tecnologia Digital Ltda (para caixas acústicas de reprodução de áudio digital e de “bem intermediário) foi prorrogado até 28 de fevereiro de 2022. 

Os comunicados incluíram ainda as homologações ad referendum relativas ao parecer de análise de pleitos da Salcomp Industrial Eletrônica da Amazônia Ltda (decreto nº 43.970, de 1º de junho de 2021) e da Britânia Componentes Eletrônicos Ltda (decreto nº 43.990, de 8 de junho de 2021) – ambas para enquadramento de produtos como bem intermediário –, assim como da Azul Linhas Aéreas Brasileiras Ltda (Resolução 006/2021 do Codam) – para redução da base de cálculo do ICMS, de 25% para 7%, nas operações internas com aquisição de querosene de aviação. 

A reunião do Codam está marcada para às 9h desta terça (22) e será novamente transmitida em formato on-line, via canal da Sedecti no YouTube (Sedecti Amazonas). A reportagem do Jornal do Commercio tentou entrar em contato com o titular da Sedecti, Jório Veiga, diretamente e por meio de sua assessoria, mas não conseguiu retorno até o fechamento desta matéria.

Foto/Destaque: Acervo JC

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email