Cieam firma parceria para oferecer soft de gestão a empresas do PIM

Um dos impactos da globalização nas empresas é a busca contínua pela competitividade, razão por que têm de estar certificadas com selos internacionais de qualidade, respeito ambiental, valorização da força de trabalho, entre outros fatores.
Diante desse cenário, o Cieam (Centro das Indústrias do Estado do Amazonas) firmou, na última quinta-feira, parceria com O WHG ISO WEB – Indústrias/ SGI, visando oferecer para as empresas do PIM (Pólo Industrial de Manaus) um soft que racionaliza e elimina toda a burocracia documental exigida pelos sistemas de gestão integrados.
O WHG ISO WEB – Indústrias/ SGI estará disponível gratuitamente para 20 empresas, beneficiadas por meio de um acordo firmado no 1º Workshop de Serviços WHG Manaus, realizado no Novotel, entre o Cieam (Centro das Indústrias do Estado do Amazonas) e a WHG, empresa responsável pelo desenvolvimento do software de gestão.

Parceria e benefícios

O executivo destacou também que o diferencial do WHG ISO WEB em relação aos outros programas deste segmento é que ele não é modular. “Não existe programa completo que cubra um sistema de gestão de qualidade, e o criado pela empresa WHG utiliza todos os módulos de ISO, como o 9000, 14000, 16000 e 18000”, pontuou o executivo.
O diretor da Cargo Engenharia de Ar Condicionado, Reginaldo Murillo, avaliou o programa como um excelente facilitador para as empresas locais e se mostrou satisfeito com todas as funcionalidades do software. “A empresa já utiliza o programa há quase um ano, e a criação deste programa proporciona e propaga o desenvolvimento de colaboradores, melhora o acompanhamento dos assuntos relacionados à empresa, além de facilitar a gestão do negócio”, elogiou Reginaldo Murillo. Para o presidente do Cieam, Maurício Loureiro, o desenvolvimento deste software representa modernidade e qualidade para as empresas conseguirem se adaptar facilmente às novas regras de certificações internacionais.
A WHG é uma empresa amazonense e atende aos requisitos legais de legislação e responsabilidade técnica, atuando no PIM por mais de 16 anos.
De acordo com a direção da WHG, foram investidos na criação do programa R$ 600 mil. Desse montante, R$ 200 mil foram subvencionados pela Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas) e o restante do valor foi assumido pela própria WGH.
Segundo o diretor-técnico da WGH, Aldenir Ferreira Alencar, a parceria irá beneficiar as empresas do DI (Distrito Industrial) que estão se empenhando para cumprir as normas dos processos, buscando com isso serem certificadas pelas normas do Sistema de Gestão Integrado (conjunto de certificações internacionais).

Taxa de manutenção

As empresas contempladas com o programa serão responsáveis apenas pelo pagamento da manutenção do software, que custa aproximadamente R$ 1.500, dependendo do tamanho da empresa e do tipo de atividade que exerce.
O WHG ISO WEB já está sendo usado por 43 empresas do Amazonas, e quase todas essas usuárias do software já estão sendo certificadas digitalmente pelos mais diferentes organismos de certificação internacionais. “Além das empresas que utilizam o programa, a WHG está em fase de negociação com mais duas empresas para aderir ao soft, e a meta para o fim do ano é que 60 empresas adotem o programa”, frisou Aldenir.

Ações usam módulos

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email