12 de maio de 2021

Cidade Universitária da UEA: acompanhar a construção é fundamental

Depois da ponte Rio Negro e da Arena da Amazônia, a sociedade amazonense começa a ser informada de mais uma grande obra a ser realizada com recursos públicos

Depois da ponte Rio Negro e da Arena da Amazônia, a sociedade amazonense começa a ser informada de mais uma grande obra a ser realizada com recursos públicos. Trata-se da Cidade Universitária da Universidade Estadual do Amazonas, que deverá ser construída até o primeiro semestre de 2014, ao custo de aproximadamente R$ 300 milhões. O projeto audacioso pretende estar enquadrado completamente dentro das normas da sustentabilidade. Diferente dos outros dois, inicialmente citados, esse empreendimento tem o apelo de ser voltado para a educação. Com isso, passa ao largo da possibilidade de ser questionado. E é aí que mora o perigo. Sob o manto da prioridade de qualquer investimento, de qualquer governo, a qualquer tempo, mesmo as obras no campo da educação precisam ser fiscalizadas. A população não pode, simplesmente, por ser uma escolinha, um colégio ou uma Cidade Universitária deixar de fazer o merecido acompanhamento. Afinal, são recursos públicos que serão aplicados, portanto, se faz necessário a cobrança rigorosa para que não haja desvio de dinheiro, nem descumprimento de prazos. A construção de uma escola tem as suas peculiaridades, principalmente, na sua serventia depois de pronta. Hoje (13) e amanhã (14), estão marcadas a realização de duas audiências públicas para avaliar os impactos ambientais que a construção deve causar. Boas oportunidades para discussão, sugestão e acima de tudo informação, transformando o processo de construção cada vez mais transparente. É o que se espera da Unidade Gestora Cidade Universitária, recém-criada com o objetivo de acompanhar e gerenciar as ações e funcionamento de todo o empreendimento.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email