Ciclo virtuoso da responsabilidade social

A aceleração das mudanças no ambiente da globalização dos mercados tem levado as empresas a abraçarem com interesse cada vez maior a causa do desenvolvimento sustentável. Nesse sentido, a estratégia de crescimento das empresas deve levar em conta um equilíbrio entre o desempenho econômico, social e ambiental de modo a garantir sua sustentabilidade ao longo do tempo.
A condição primeira de uma empresa sustentável é ser rentável e conseguir gerar retorno à sociedade. Somente assim terá condições de investir na melhoria contínua de sua produtividade e eficiência operacional, em tecnologia e inovação, possibilitando o aumento de competitividade e crescimento sustentado. Com isso, proporciona benefícios para clientes, consumidores e população em geral através de produtos e serviços de melhor qualidade, produção de novos conhecimentos, geração de postos de trabalho e de receita tributária – contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento das comunidades em que atua.
Temos presenciado nas últimas décadas um crescimento muito forte da conscientização sócio-ambiental. A sociedade vem exercendo vigilância permanente e crescente em relação à utilização racional dos recursos naturais e de tecnologias mais limpas, à qualidade de vida das pessoas e à necessidade de se avançar de maneira consistente na superação das diferenças sociais, sobretudo nos países em desenvolvimento, onde elas são mais acentuadas. Isso leva as empresas a uma posição cada vez mais pró-ativa nas questões ligadas à responsabilidade social e, nesse contexto, educação e promoção da cidadania se destacam como eixos importantes de sua atuação nessa área.
Como educação e cidadania se constroem a partir das crianças e dos jovens, justamente os públicos mais diretamente atendidos pela Fundação Abrinq, que em seus 18 anos de atividades tem realizado um trabalho notável no sentido de contribuir para um país mais justo e com futuro mais promissor. Com a credibilidade conquistada graças à atuação efetiva e contínua na promoção do desenvolvimento social, a FundaçãoAbrinq lidera programas de fundamental importância para a construção de uma sociedade melhor, assegurando qualidade e seriedade a todas as iniciativas das quais participa, sempre alinhadas às necessidades essenciais da população.
Temos uma convicção muito sólida em que os investimentos em educação e responsabilidade social são condições essenciais para que o país tenha gente mais competente e qualificada. Com mais educação e oportunidades para as pessoas, cria-se um ciclo virtuoso em que o mercado ganha novos consumidores, as empresas crescem e o País se desenvolve de forma sustentada.

JOSÉ CARLOS GRUBISICH é membro do Conselho de Administração da Fundação Abrinq e presidente da Braskem.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email