Cheques sem fundo no Brasil batem recorde, segundo Serasa

Apesar da elevação, os cheques sem fundos seguem ocupando a terceira posição no ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores, atrás das dívidas com cartões de crédito e financeiras e das pendências com os bancos. São Paulo é o Estado com o menor índice
O Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos de maio bateu recorde histórico no número de cheques devolvidos a cada mil compensados.
Foram registradas 25,2 devoluções de cheques a cada mil compensações, o maior número verificado desde 1991. Ao todo, foram devolvidos 2,49 milhões de cheques em maio deste ano, e compensados 98,74 milhões.
Na variação de maio sobre abril, o aumento verificado no número de cheques devolvidos a cada mil compensados foi de 13,5% (em abril/09 foram devolvidos 22,2 cheques por mil compensações).
De acordo com os técnicos da Serasa Experian, sazonalmente, maio costuma registrar maior devolução de cheques em decorrência das vendas do Dia das Mães.
Além disto, as compras parceladas da Páscoa e as despesas com os feriados prolongados do mês anterior também contribuíram para elevação da estatística de cheques devolvidos por falta de fundos no quinto mês do ano.

Cheques devolvidos

Na comparação de maio de 2009 com maio de 2008 o volume de cheques devolvidos a cada mil compensados aumentou 18,9%.
No quinto mês do ano passado, houve 21,2 devoluções de cheques para cada mil compensações. Ao todo, foram devolvidos em maio de 2008 2,40 milhões de cheques, e compensados 113,19 milhões.
A devolução recorde do mês de maio fez com que, no acumulado de janeiro a maio de 2009, a taxa de devolução de cheques por insuficiência de fundos também registrasse recorde: 23,6 cheques para cada mil compensados, o maior número de devoluções para cada mil compensações registrado desde 1991 (ano de início do levantamento).
Para os técnicos da Serasa Experian, este recorde é reflexo dos efeitos da crise, tais como a elevação do desemprego e uma maior utilização do cheque pré-datado para compensar os ajustes na oferta de crédito. Ao todo, foram devolvidos 12,11 milhões de cheques de janeiro a maio deste ano, e compensados 512,73 milhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email