Celulares ainda são os itens mais negociados

Os terminais portáteis de telefonia móvel (21,4%), concentrados para bebidas (14%) e veículos de duas rodas (11,9%) aparecem, respectivamente, como os itens mais importados, enquanto as motocicletas 125cc e os terminais portáteis para celulares mantêm-se como o carro-chefe das exportações.
Moacyr Bittencourt observou que o saldo comercial no primeiro semestre deste ano foi negativo em mais de US$ 2.652 bilhões e as exportações do Estado no mês de julho somaram aproximadamente um total de FOB US$ 104.902 milhões contra FOB US$ 139.604 milhões exportados no mês de julho de 2006, revelando uma queda preocupante de 24,85% no comércio com o exterior.
No acumulado entre janeiro e julho deste ano, as exportações das indústrias do PIM somaram mais de FOB US$ 572.270 milhões, revelando uma queda expressiva de FOB US$ 386.523 milhões em relação a igual período de 2006. “É fácil compreender o fraco desempenho das exportações, quando se observa as oscilações da moeda americana frente ao real, mas sabemos que o dólar não vai permanecer por muito tempo tão desvalorizado. Entretanto, o contexto econômico atual, baseado nos números do Mdic, aponta seguramente para uma recessão espetacular prestes a acontecer”, asseverou Moacyr Bittencourt.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email