Pesquisar
Close this search box.

Celebração da unidade no CMA

Integração foi a palavra de ordem nas comemorações do 67º aniversário do CMA (Comando Militar da Amazônia) em evento realizado na tarde de quarta-feira, 1º de novembro, no Campo de Parada do quartel general do CMA. 

Sob o comando do General de Exército Ricardo Augusto Ferreira Costa Neves, comandante do CMA, o evento foi marcado por homenagens e presenças de representantes das etnias indígenas Yanomami e Waimiri Atroari, além de autoridades civis e militares e convidados, demonstrando a integração do CMA com diversos segmentos da sociedade.

O ponto alto das comemorações deste aniversário foi a inauguração do espaço cultural do Comando Militar da Amazônia (Espaço Cultural Capitão-Mor Pedro Teixeira) que, de forma lúdica e dinâmica, mostra a história da presença do Estado brasileiro, através do Exército, na defesa da soberania e no apoio ao desenvolvimento da Amazônia. 

O espaço busca valorizar a cultura e as tradições da Amazônia, destacando sua importância histórica. A realização deste sonho somente foi possível graças ao apoio da Fundação Habitacional do Exército e Associação de Poupança e Empréstimo (FHE/POUPEX), que esteve representada na solenidade pelo presidente da instituição, General de Exército Valério Stumpf Trindade, ex-Chefe do Estado-Maior do Exército.

“Estamos vibrando por essa comemoração de mais um ano de dedicação e comprometimento com os amazônidas e com a Amazônia Ocidental. E o marco dessa integração com sociedade é a inauguração desse espaço cultural que conta a história da Amazônia, da conquista da Amazônia, da história do Comando Militar da Amazônia e como nós, irmanados com povos originários e com os ribeirinhos, atuamos na defesa das nossas fronteiras, da proteção do meio ambiente e com o respeito e apoio aos povos originários. Com o Exército presente, a Amazônia é protegida. Fazemos isso 365 dias por ano, com dedicação e integração. Tudo pela Amazônia,  Selva!”, destacou o general Costa Neves. 

A inauguração do espaço cultural é mais um esforço do CMA de estar mais próximo da população amazonense. Há quatro anos, uma iniciativa pioneira foi a chegada da rádio Verde-Oliva FM Manaus que oferece música de qualidade e informações de utilidade para os ouvintes. 

Premiação

No evento em comemoração ao aniversário, autoridades e personalidades foram agraciadas com o Diploma Amigos do CMA. Entre os agraciados, estava a relações públicas do Jornal do Commercio, a advogada Adriane Oliveira. “Dedico essa premiação ao dr Guilherme Aluízio (presidente in memoriam do Jornal do Commercio) porque foi graças ao amor que ele tinha pelas Forças Armadas e pela Amazônia que eu fui inserida na organização dos Homens de Bem que hoje é dirigida pelo sr Sócrates Bomfim. Me sinto honrada pela premiação e por representar o dr Guilherme Aluízio, a doutora Selma Bomfim e ao sr Sócrates Bomfim neste evento”, afirmou Adriane. 

O diretor-presidente da Fundação Encontro das Águas, Oswaldo Lopes, destacou a importância do CMA para a soberania da Amazônia. “O Exército brasileiro tem uma participação definitiva e importante na proteção da Amazônia e o Comando Militar da Amazônia é força de defesa da nossa soberania sobre o Amazonas e sobre a Amazônia por tudo aquilo que há cobiça sobre essa região tão importante. O Exército não é só isso. Ele presta outros serviços sociais para vários segmentos da sociedade, incluindo povos originários. Dentro dos quartéis, a democracia impera”, disse

Aderson Frota, da Fecomércio, General Costa Neves e Phillipe Daou Jr, da Rede Amazônica

O diretor-presidente da Fecomércio/AM (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas), Aderson Frota, também enfatizou a missão do Exército brasileiro na Amazônia. “Com a maior satisfação, estamos aqui para reconhecer o trabalho maravilhoso que garante a integridade da nossa região, a integridade da nossa soberania. Um trabalho de fôlego e de muita responsabilidade. Em nome de todos os empresários do comércio parabenizo todo o CMA pela defesa da nossa região”, disse.  

Espaço com atrações para toda a comunidade

Espaço Cultural Capitão-Mor Pedro Teixeira oferece uma experiência interativa aos visitantes / Crédito: Divulgação CMA

Ao entrar no Espaço Cultural Capitão-Mor Pedro Teixeira, os visitantes são recepcionados por um holograma do próprio desbravador português, que apresenta as atrações do local. Dois totens interativos detalham a história da conquista e ocupação da Amazônia, desde 1492. Além disso, outro totem com conteúdo diversificado aborda curiosidades da Amazônia, a galeria dos antigos comandantes militares da Amazônia, as fortalezas da região, conflitos históricos, cultura folclórica, organizações militares e indicadores socioeconômicos e culturais da Amazônia ocidental.

Uma tela interativa destaca assuntos relacionados à proteção e defesa da Amazônia ocidental, operações militares e palestras sobre várias temáticas específicas. O espaço também possui um televisor que exibe vídeos institucionais sobre a biodiversidade, o turismo e a cultura local. Moderno e tecnológico, o Espaço Cultural Capitão-Mor Pedro Teixeira proporciona, ainda, um ambiente de descanso para os visitantes.

Para conhecer o Espaço Cultural Capitão-Mor Pedro Teixeira, a comunidade pode agendar diretamente com o Comunicação Social do CMA, por meio do e-mail [email protected] ou pelo telefone (92) 3659-1155. 

Fred Novaes 

Instagram: @fred_novaess   Twitter: @JCommercio

Fred Novaes

É jornalista
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar