Tudo certo para a inauguração do Catunda’s, no final de março, mas aí o coronavírus chegou a Manaus, o comércio da cidade foi obrigado a parar e os espetinhos do Catunda’s Espetinhos & Bar tiveram que aguardar por longos três meses para serem saboreados pelos clientes.

“Finalmente, no dia 7, conseguimos inaugurar nossa casa comemorando o começo da loja e um novo começo para Manaus”, falou Nancy Catunda, proprietária do empreendimento junto com o marido Fabrício que, como o sobrenome denuncia, deram nome ao espaço, localizado no Parque Dez de Novembro.

Nancy e Fabrício são advogados, mas sempre gostaram de gastronomia como um hobby a mais em suas atividades, tanto que há dois anos o casal inaugurou o primeiro Catunda’s, um pouquinho distante de Manaus, em Balneário Camboriú, cidade turística de Santa Catarina.

“Temos parentes lá, então resolvemos abrir o espetinho porque a cidade é sempre cheia de turistas. Como a experiência foi satisfatória, aí decidimos inaugurar a segunda loja aqui em Manaus, pois somos daqui, eu sou manauense e o Fabrício é acreano”, disse.

“Lógico que ficar parado esses três meses, e com tudo pronto para funcionar, foi ruim, mas como praticamente todo o mundo foi obrigado a essa situação, não teve outra maneira a não ser aguardar. Agora abrimos, obedecendo todas as medidas de segurança, e as pessoas, que estavam ávidas por sair de casa, logo vieram conhecer nosso espaço”, comemorou.

Espetinhos gourmet

Durante décadas os espetinhos ganharam as esquinas de Manaus e, mesmo depreciados, chamados de ‘espetinhos de gato’, sempre fizeram a alegria de quem tem pouco dinheiro para degustar pedaços carne ‘de terceira’ espetados num palito de churrasco e mais uma porção de farofa servida num copinho de café. E pode repetir. O completo acompanha arroz e vinagrete, tudo servido da maneira mais popular possível, com pratos e talheres de plástico.

Mas há algum tempo, empreendedores vêm notando que o espetinho pode servir muito bem a quem tem um pouco mais de dinheiro para gastar, em ambientes sofisticados, e a palavra espetinho soa bem nos ouvidos tanto dos menos quanto dos mais abastados. A única diferença é a qualidade das carnes, o acompanhamento, a preocupação com o preparo e o resultado final do produto. Do ‘espetinho de gato’ ao espetinho gourmet a distância não é tão grande assim e a paixão do consumidor é a mesma.

“No Catunda’s Espetinhos & Bar temos um cardápio com 17 itens diferentes: do vegetariano, que custa R$ 13, ao carré, de R$ 110”, informou Nancy. “O carré é uma carne nobre de costela, de suíno ou de vaca”, completou.

Ainda no cardápio, carne, frango, coração, calabresa, língua, filé, picanha, camarão, salmão, pirarucu, fraldinhha e wings, e bacon acompanhando alguns dos itens.

“Procuramos ter uma boa variedade para satisfazer ao máximo de clientes. Não queremos que ninguém saia do Catunda’s sem ter ‘matado’ a vontade de saborear um gostoso espetinho e o exemplo que sigo é o do próprio Fabrício, que sempre gostou de espetinho, e abriu esse empreendimento exatamente porque imaginou que se ele gostava tanto assim de carne assada num espeto, muitas pessoas também deveriam gostar, e comprovou que estava certo”, explicou.

Três contêiners

De imediato, o que chama a atenção no Catunda’s é a estrutura do empreendimento, construído a partir de três contêiners. Num deles funciona o bar, onde ficam os funcionários, e nos outros dois foi montada a cozinha. Os contêiners vieram prontos, modificados numa empresa da cidade de Brusque/SC para funcionar como um comércio. Em Manaus, as imensas caixas de metal ocuparam um terreno vazio do Parque Dez, valorizando bastante a área pelo belo visual que a construção ganhou depois de pronta, imponente, com fachadas e laterais de vidro e partes em madeira. Para além dos contêiners foi construída uma cobertura, na frente, sobre a área onde fica a maioria dos lugares. Na parte de cima dos contêiners, um mezanino, e ainda há espaços externos na frente e nas laterais da loja, incluindo um lounge com sofás e almofadas.

“Temos capacidade para mais de 100 pessoas sentadas, aqui dentro, na área externa e no mezanino. O mezanino é um espaço que pode ser reservado para reuniões, jantares ou comemorações exclusivas. Tem capacidade para 20 pessoas sentadas”, avisou Nancy.

O Catunda’s Espetinhos & Bar está localizado na rua Feira de Santana, 17, Parque Dez de Novembro, e funciona de domingo a domingo, das 18h à meia-noite. Outras informações podem ser obtidas pelo fone 4106-1761.

“Não importa se o espetinho é popular, ou para quem deseja algo mais sofisticado. O importante é você se sentir satisfeito com esse produto que é tão manauara”, finalizou.         

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email