Castro Jr. é o cineasta da semana no “Cine Sem Sair de Casa”

Os curtas-metragens de Manoel Castro Júnior serão exibidos neste sábado (10/04), às 19h, no “Cine Sem Sair de Casa”, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O projeto exibe obras de cineastas amazonenses no Facebook (@culturadoam).

“Submersos”, um filme de suspense sobre um personagem que aterroriza uma família; “Bullying – Aconteceu Comigo”, uma mensagem sobre as consequências do bullying; e “Rambo da Amazônia – O Rapto da Professora”, que apresenta o ator Aldenir Coti, a personificação amazonense do ator Sylvester Stallone, em mais uma de suas aventuras.

Todas as obras têm roteiro e direção assinados por Castro Jr. “Fico muito feliz por estar incluído nesse projeto da Secretaria de Cultura com meus filmes. Muitas vezes o realizador não tem um canal de divulgação para suas obras, e ter o trabalho alcançando vários públicos assim é gratificante, sem falar que neste momento é importante criar ações que incentivem o público a ficar em casa”, declara o cineasta.

‘Cine Sem Sair de Casa’ 

Com início em 2020, o projeto “Cine Sem Sair de Casa” disponibiliza um catálogo de mais de 20 filmes no Facebook da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (@culturadoam), roteirizados e dirigidos por Sérgio Cardoso, que juntos acumulam mais de 11 mil visualizações.

Entre os destaques estão documentários sobre os artistas Óscar Ramos, Roberto Evangelista, Joaquim Marinho, Jair Jacqmont, Hahnemann Bacelar, personalidades do esporte como Carlos Zamith, e lendas do teatro amazonense como Luiz Vitalli e Selma Bustamante.

Neste ano, em nova temporada, que teve início no dia 30 de janeiro, já foram exibidos os documentários “Edney Azancoth – Memórias de Actor Amazonense”; “Ventríloquo Oscarino e seu boneco Peteleco”; “Jandr Reis – Abstração da Flora Amazônica”; “O Inesquecível Mário Jorge Bittencourt”; e “Pepeta – Coração de Campeão”.

No mês de março, o projeto iniciou a exibição de mostras de cineastas amazonenses e já apresentou obras de Anderson Mendes, Erismar Fernandes, Dina Silva, Moacy e Jairo Freitas, e Zeudi Souza.

‘Cultura Sem Sair de Casa’ 

Iniciativa do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o “Cultura Sem Sair de Casa” disponibiliza diversas atividades, tais como Gincana do Livro; documentários; cursos completos de Teclado, Violão, Desenho; e até espetáculos direto do palco do Teatro Amazonas.

São oferecidas aulas virtuais por meio do projeto “Praticarte”, com professores do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro; performances dos Corpos Artísticos; além de exposições, visitas virtuais e muito mais.

FOTO/Destaque: Divulgação 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email