Casara é o preferido para a Semmas

Ex-presidente do Ibama, Hamilton Casara é o nome do prefeito eleito, Artur Neto, para ocupar a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade

Ex-presidente do Ibama, Hamilton Casara é o nome do prefeito eleito, Artur Neto, para ocupar a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade. Como esta área é povoada de grupos ligados a ONGs e ambientalistas de diversas vertentes, houve um verdadeiro bombardeio nos últimos dias contra a nomeação dele, principalmente, de membros do PT. Ocorre que o indicado é pessoa da confiança do PSDB nacional, foi um dos mais leais auxiliares do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e é um especialista no setor.

Da Gema

Casara foi, sim, deputado federal por Rondônia, mas é amazonense da gema, nascido em Humaitá e projetou-se nacionalmente dirigindo a Superintendência local do Ibama. Portanto, é um conhecedor profundo da nossa realidade ambiental e um estudioso do assunto. Os problemas que enfrentou são naturais para quem passa pela gestão pública, mas nada que o impeça de fazer um bom trabalho na Semmas.

Dúvidas

Artur ainda fechava ontem a lista dos secretários. Por isso o local e a hora do anúncio ficaram para a última hora. Uma das principais dúvidas estava na Secretaria de Esportes. O prefeito eleito gostaria muito de contar com o mestre em jiu-jitsu Oswaldo Coelho na pasta, para dar a marca das artes marciais à sua gestão, por entender que Manaus pode ser um dos maiores centros mundiais de luta. A pressão para que ele reconduza o vereador Fabrício Lima (PRTB) ao posto, entretanto, é enorme.

Retiro

Alheio aos boatos que o colocam como novo ministro das Minas e Energia, o senador Eduardo Braga (PMDB) esteve em Manaus no feriado de Natal, reunido com a família, e evitou a imprensa. Ontem, embarcou para uma viagem de férias que deve durar até o dia 18 de janeiro. Neste período, ele avisou os assessores que quer descansar e se preparar para os próximos dois anos, quando espera muita turbulência. Não é comportamento de quem vá assumir um Ministério tão cedo.

Não desistiu

O presidente da CMM, Isaac Tayah (PSD) ligou para a coluna negando que tenha desistido de disputar a reeleição à Presidência da Casa, como noticiamos ao longo da semana passada. “Eu realmente fiquei contrariado com a decisão do Tribunal de Contas sobre o painel eletrônico e acho que teve dedo político no episódio, mas isso não significa que desisti. Estou em busca de votos”, disse ele.
O meu

Questionado sobre a contabilidade dos votos do adversário, Bosco Saraiva (PSDB), ele deu risada e atacou: “Daqui a pouco ele vai dizer que eu só tenho um voto, que é o meu mesmo”. Havia uma reunião prevista para a noite passada, que até o encerramento desta edição não havia começado ainda.

ABC

Quando Tayah diz que houve “dedo político” na questão do painel, está se referindo à amizade entre o adversário e o conselheiro do TCE, Ari Moutinho. Os dois fizeram parte do famoso ABC, trio de vereadores que incluía ainda o atual deputado Chico Preto (PSD), durante a gestão do então governador Eduardo Braga. O conselheiro mais empenhado na suspensão da licitação, entretanto, foi Josué Filho.

Estrategia

O vereador Masami Miki (PSL), que presidia a Câmara Municipal na última sessão do ano, na quarta passada, chegou a convocar uma nova reunião para ontem, mas voltou atrás depois que vários colegas argumentaram que tinham viagens marcadas para o feriado. Foi assim que ele convenceu os não reeleitos a votar o “pacotão” aumentando os salários do prefeito, dos secretários municipais e dos próprios vereadores, além da verba de gabinete e da verba indenizatória.

Repercussão

A noite de Natal deve ter sido especial para o secretário de Cultura, Robério Braga. É que o conserto organizado por ele no largo de São Sebastião acabou sendo destaque na edição natalina do Jornal da Globo, com direito a entrevista dele e muito elogio à super produção, que teve público recorde e mais de quatro mil artistas envolvidos. Ganhou mais espaço até do que o show de Gilberto Gil e Steve Wonder na praia de Copacabana, na mesma data.

Inteligência

Mais uma vez o trabalho do setor de inteligência da Polícia Civil funcionou e mostrou serviço. Assim como em outras operações, foi a Inteligência que cumprindo missão “abortou” a rebelião que seria deflagrada no complexo penitenciário Anísio Jobim (Compaj). Em entrevista à Radio CBN, ontem, o secretário de Segurança, Roberto Vital, confirmou o motim e disse que tomou todas as providências necessárias, inclusive com o reforço do policiamento na BR 174.

Pontual

Vital aproveitou a ida à CBN e falou sobre a fuga de dois delinquentes, acusados de estupros. Os dois, visivelmente, tiveram ajuda para deixar a cadeia durante o Natal. Para ele, o caso é pontual e que todo o envolvimento de agentes na facilitação do delito será investigado com rigor. Vem demissão por aí.

Santos Felizardo

Com exatos 1.360 votos obtidos nas eleições de 2010, o presidente da CUC (Central Única das Comunidades), Raimundo Santos (PMN), será deputado federal a partir de janeiro de 2013. Ele ocupará a vaga de Pauderney Avelino (DEM), alçado à Secretaria Municipal de Educação do novo governo Arthur Neto (PSDB). Santos é o que se pode chamar de “grande felizardo”. Artista plástico e político de sorte, o emprego na Câmara Federal caiu de graça no colo de Raimundo Santos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email