CAS analisa projetos de US$ 268,4 mi

A 228ª Reunião do CAS (Conselho de Administração da Suframa) será realizada nesta quinta-feira, às 15h, em Porto Velho, RO, no auditório do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), com a presença do governador do Estado, Ivo Cassol (PPS) e da superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, que presidirá a reunião.
Com 47 projetos industriais em pauta para análise, o conselho deverá aprovar investimento global de aproximadamente US$ 268,4 milhões, e investimento fixo de US$ 74,5 milhões, somando 19 projetos de implantação e 28 de ampliação, atualização e diversificação de linhas de produção nos segmentos de informática, duas rodas, áudio e vídeo, entre outros.

Está previsto a criação de 1,2 mil empregos

Caso aprovados, os projetos deverão abrir novos 1.242 postos de trabalho, e resultar em US$ 9,9 milhões em exportações após o terceiro ano de implantação.
Esta é a quarta reunião do Conselho de Administração da Suframa realizada em 2007, estando previstas ainda outras duas: uma em Boa Vista-Roraima, em outubro, e outra em Manaus-Amazonas, em dezembro.
De acordo com o superintendente adjunto de projetos da Suframa, Oldemar Ianck, no primeiro semestre já foram aprovados 131 projetos industriais, que somam investimento total de US$ 1,73 bilhão, e US$ 646,26 milhões de investimento fixo, que poderão gerar 3.843 novos empregos, com projeção de exportações acima de US$ 757 milhões em três anos .
“Isso signfica que as empresas continuam demonstrando confiança no modelo ZFM, e apresentam expectativa de crescimento, especialmente no setor de duas rodas, informática e de eletroeletrônicos, com ênfase na produção de aparelhos de TV com tela de cristal líquido e conversores de sinal (set-top box)”, avaliou o superintnedente.

Projetos apreciados

Os projetos que se destacam nesta reunião são os de implantação das empresas: Daido Indústria de Correntes da Amazônia, para produção de corrente de transmissão para motocicletas (com investimento fixo de US$ 11,17 milhões); da Yasufuku Polímeros do Brasil, que vai investir US$ 1,79 milhão para produzir filtros de ar para para veículos de duas rodas, triciclos e quadriciclos, e artefatos de borracha; e da Sumidenso da Amazônia para produção de condutor elétrico para motocicletas e motonetas (US$ 5,36 milhões de investimento fixo).
Entre os projetos de diversificação analisados pelo CAS, os destaques sãos os projetos apresentados pelas empresas: Proview e Teikon, para produção de microcomputador portátil notebook (com investimentos de US$ 18,41 milhões e US$ 4,67 milhões, respectivamente); Terra Indústria da Amazônia, para UCPs de pequeno porte (US$ 2,59 milhões); Envision, para câmera de vídeo para conferências em rede e receptor de sinal de TV via cabo (US$ 2,65 milhões); Dixtal Biomédica, para aparelhos de terapia respiratória/máquina de anestesia; e ainda o projeto de ampliação da Siemens VDO para produção de rastreador/mobilizador para veículos com GPS (US$ 2,59 milhões).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email