Carro, cachorro, criança e cano lideram ranking de brigas em condomínios

A grande maioria dos conflitos entre moradores de prédios de apartamento na Grande São Paulo começa com a letra “c”. Levantamento da Lello, empresa especializada em administração condominial no Estado, apontou que 75% das reclamações feitas por condôminos no primeiro semestre de 2007 foram relativas a problemas com a presença de cães nas unidades, vazamentos em canos, crianças ou vagas de carros em garagens.

Para resolver essas questões do dia-a-dia, a Lello tem indicado a mediação de conflitos como forma de estimular o acordo extrajudicial entre condôminos vizinhos, promovendo a cultura da paz e evitando que os casos cheguem a Justiça.
Segundo o levantamento da Lello, os problemas com a presença de cães em apartamentos lideram o ranking de reclamações, com 30% do total. Em seguida, com 25%, vêm os conflitos por conta das vagas na garagem. Já os vazamentos representam 12% dos conflitos entre vizinhos, enquanto os problemas com crianças e adolescentes respondem por 8% do total. Os demais conflitos são oriundos de questões diversas, como excesso de barulho, por exemplo.

Para a gerente de relacionamento da Lello Condomínios, Angélica Arbex, o síndico deve agir com pulso firme para assegurar o cumprimento das regras e evitar a ocorrência de conflitos. “Evidentemente deve haver bom senso e diálogo, mas se o morador for intransigente, as sanções previstas devem ser utilizadas”, afirmou Angélica.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email