Carrefour elimina uso de sacolas plásticas até 2014

O Grupo Carrefour Brasil anunciou ontem, no Dia Mundial do Consumidor, a eliminação do uso das sacolas plásticas tradicionais na sua unidade de Piracicaba (SP)

O Grupo Carrefour Brasil anunciou ontem, no Dia Mundial do Consumidor, a eliminação do uso das sacolas plásticas tradicionais na sua unidade de Piracicaba (SP). Inédita no varejo brasileiro, a decisão representa um dos maiores avanços na área de sustentabilidade no País e é o primeiro passo de um projeto que será estendido gradualmente a todas as lojas Carrefour nos próximos quatro anos.
A iniciativa é um marco das ações do Carrefour no âmbito do consumo consciente e conta com importantes apoios das esferas governamentais e do terceiro setor, como do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, do prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, e do presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Hélio Mattar.
“A eliminação das sacolas plásticas tradicionais é uma ação decisiva do Carrefour na defesa e preservação do meio ambiente, em uma questão diretamente ligada ao nosso negócio. Recebemos todos os dias mais de um milhão de clientes em nossas lojas e entendemos que este é um importante canal para conscientizar e influenciar o comportamento do consumidor, estimulando seu engajamento no processo”, afirmou o diretor-superintendente do Grupo Carrefour Brasil, Jean-Marc Pueyo.
Já o diretor de Sustentabilidade do Grupo, Paulo Pianez, entende que o momento é oportuno para essa iniciativa. O consumidor brasileiro está se conscientizando cada vez mais sobre os danos causados pelas sacolas plásticas tradicionais ao meio ambiente. Para o executivo, “já existe um forte movimento do público em geral, governo e ONGs para substituir as sacolinhas, mas sabemos que temos um importante desafio no sentido de discutir e convencer os consumidores sobre a importância do seu apoio e envolvimento nessa mudança”.
Para estimular os clientes, a loja de Piracicaba distribuirá gratuitamente sacolas retornáveis até 31 de março, além de oferecer várias opções sustentáveis de embalagens para compra.
A ação também é um desdobramento da participação da rede na campanha “Saco é um Saco”, lançada no último ano pelo governo federal. O Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, atesta a importância da decisão da rede: “Há campanhas que pegam e outras, não. O mais difícil é reciclar ideias. Quando uma campanha dá certo, é porque as pessoas entenderam com clareza a mensagem, a necessidade e a urgência de agir. Não dá para observar as consequências do consumo desenfreado, da perda da biodiversidade, das enchentes e fingir que nada está acontecendo e que não temos culpa no cartório. Saco é um saco mesmo – é o que a natureza está gritando. A empresa que apoia essa campanha está contribuindo para um planeta melhor, e uma simples atitude pode ajudar o mundo”, ressaltou o ministro Carlos Minc.
Para que se tenha uma idéia do que representa a distribuição de sacos plásticos, a Abras (Associação Brasileira de Supermercados) estima que o Brasil consome a cada ano cerca de 12 bilhões de sacolas plásticas tradicionais. Em outras palavras, cada brasileiro utiliza em torno de 66 unidades por mês, sendo que esta embalagem demora cerca de 400 anos para se decompor, provocando danos irreparáveis ao meio ambiente seja nos aterros sanitários, nos rios ou no mar.
Já o prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, ressaltou a importância do lançamento para a comunidade local. “Para nós foi uma grande satisfação a escolha de Piracicaba, pelo Carrefour, para o início de seu programa com objetivo de tirar as sacolas plásticas de circulação. A natureza e a cidade agradecem”, disse o prefeito.
A ação da rede também é comemorada pelo Diretor-Presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Hélio Mattar, parceiro do Carrefour na iniciativa. “O Instituto Akatu apoia e incentiva projetos como este. Somente com a cooperação entre a sociedade e a iniciativa privada poderemos tornar sustentável nossa existência. Quanto mais ações semelhantes, melhor para todos nós”, afirmou Mattar.
A ação faz parte de um plano mundial do Carrefour da eliminação da utilização de sacolas plásticas tradicionais nas lojas da rede – entre os países do Grupo que já aboliram o uso do material estão a França, China e Polônia.

Opções de embalagens

Para a comodidade e conveniência do consumidor, além de oferecer gratuitamente as sacolas retornáveis por um período de 15 dias em Piracicaba, o Carrefour também desenvolveu uma série de opções sustentáveis de embalagens para o consumidor. O Grupo oferecerá no Brasil, dentro dos conceitos de consumo consciente, um ciclo completo de conveniência aos consumidores, que abrange desde como embalar sua compra até acondicionar seu lixo doméstico de forma correta.
O cliente terá à disposição caixas de papelão gratuitas para poder acondicionar suas compras. Outra possibilidade serão as sacolas retornáveis oferecidas por preços entre R$ 1,90 a R$ 15. Uma das opções, vendida a R$ 2,90, tem capacidade para 35 quilos – o mesmo que cinco sacolas plásticas.
Uma outra grande novidade é que a rede também desenvolveu, em parceria com a BASF, uma sacola 100% biodegradável, produzida com base em uma resina especial derivada do milho: Trata-se do Ecovio, que contém ácido polilático (PLA), conta com matéria-prima renovável e é biodegradável em até 180 dias.
Este é o período máximo assegurado apenas para descarte em centrais de compostagem, sendo que o tempo de biodegradação depende das condições da disposição final. O produto gera húmus sem a presença de metais pesados ou substâncias nocivas ao meio ambiente. “Microorganismos fazem a digestão da sacolinha plástica feita de Ecovio. Tais sacolas, biodegradáveis, representam uma excelente solução para armazenar o lixo orgânico gerado nas nossas residências, que hoje corresponde a aproximadamente 60% do volume total de resíduos produzidos por uma família”, explicou a gerente de especialidades plásticas da Basf, Letícia Mendonça.
Toda a renda decorrente da a venda dessa sacola 100% biodegradável em Piracicaba será revertida para o “Lar dos Velhinhos”, uma entidade assistencial da cidade. Por isso, ganharam o nome de “Ecosolidária”.
Para os consumidores que se acostumaram a colocar seu lixo doméstico nas sacolas plásticas tradicionais, a empresa também desenvolveu uma opção de saco de lixo, produzida com plástico reciclado e será vendida nas lojas Carrefour. A rede também vem realizando fóruns e palestras para orientar os clientes sobre como realizar o consumo consciente.
O uso das sacolas plásticas tradicionais será igualmente eliminado em todas as áreas internas da loja de Piracicaba, como nas seções de frutas, verduras, açougue e peixaria. Para os clientes acondicionarem suas compras serão oferecidos gratuitamente saquinhos de material biodegradável, especialmente desenvolvidos pela rede. O lixo da loja passará a ser jogado em sacos plásticos reciclados de garrafas PET.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email