Carnês serão entregues a partir de fevereiro

Os contribuintes de Manaus deverão receber os carnês para o pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2014 já no início do próximo mês de fevereiro. A informação é do titular da Semef (Secretria municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia de Informação), secretário Ulisses Tapajós.
No mês passado, o subsecretário de receita da Semef, Armínio Adolfo Pontes anunciou um possível aumento de 30% no valor do IPTU em 2014, decorrente da lei 1.628/2011 que corrigiu a cobrança do valor venal do imposto municipal em cinco anos escalonados. De acordo com a Subsecretaria de Receita Municipal significa que no ano que vem 3/5 (três quintos) dessa correção serão aplicados no IPTU o que gerou essa média de 30% em relação ao valor lançado em 2013.
“Mas há casos que vão ser corrigidos muito mais e outros até que reduziu o valor. Mais é uma média de 30% em relação ao valor lançado em 2013. As demais características deverão permanecer”, explicou Pontes, na ocasião.
Mas, segundo Ulisses Tapajós a Semef ainda não elaborou uma tabela de reajustes para o tributo em 2014, o que só deverá ser divulgado no mês de janeiro.
“Ainda não fechamos a tabela de reajustes. Estamos aguardando o fim do ano para saber qual será o índice do governo”, declarou Tapajós.

Inadimplência

Um dos objetivos da Semef é diminuir os altos índices de inadimplência em relação ao IPTU. Segundo cálculos da própria secretaria, o índice de contriuintes que deixaram de pagar o tributo gira em torno dos 50%. Anualmente a Semef pretende chegar a um nível aceitável de inadimplência das outras capitais como São Paulo e Belo Horizonte, onde a inadimplência tem taxas máximas entre 7% até 12%.
Com o objetivo de reduzir esses índices, uma das novidades que do IPTU 2014 está na emissão de boletos mensais para a cobrança do imposto. A equipe de trabalho da Semef defende uma ideia de substituir o carne inteiro com todas as guias de recolhimento, por meio de boletos individuais.
Ainda de acordo Tapajós, o não pagamento dos impostos municipais como o IPTU, é uma cultura que precisa ser mudada. Segundo um balanço parcial da Semef, em 2013 aproximadamente 67 mil contribuintes optaram pelo pagamento parcelado do imposto, mas boa parte não deu continuidade.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email