CARNAVAL 2013 – Súditos preparam chegada da Kamélia

Pelo 56º ano consecutivo a maior foliona do Carnaval amazonense chega oficialmente a Manaus para declarar abertas as folias de Momo. Kamélia, a boneca negra amada pelos amantes do Carnaval, desembarca no sábado (19), no aeroporto Eduardo Gomes, às 21 horas, e segue em carreata rumo à casa que a acolhe deste 1938, o Olímpico Clube, para comandar o tradicional “Baile da Kamélia”.
Kamélia surgiu em Manaus no Carnaval de 1938 e fez tanto sucesso que, com o tempo, passou a marcar o início das folias de Momo na cidade. A idéia inicial foi do ex-diretor do Olímpico, Cândido Jeremias Cumaru, o Candu. Na época, a música ‘A Jardineira’, composta por Benedito Lacerda e Humberto Porto, fazia muito sucesso e falava de uma certa Camélia (Oh! Jardineira, por que estás tão triste? Mas o que foi que te aconteceu? Foi a Camélia que caiu do galho, deu dois suspiros e depois morreu…). Da música para a “personificação” foi um pulo. Candu havia comprado uma boneca, trajada de baiana, de uns 75 cm de altura, por quatro mil réis nas Lojas 4.400 (esquina da avenida Eduardo Ribeiro com a avenida Sete de Setembro, onde hoje funciona a Loja Marisa). Com a boneca amarrada num galho de ingazeira, Candu descia a avenida Eduardo Ribeiro, na época local dos desfiles carnavalescos. Foi assim que Kamélia começou a ganhar fama.
Os anos se passaram e a Kamélia, já com grandes proporções, se tornou integrante de um bloco que organizava sua chegada à cidade a cada Carnaval. O bloco se reunia no porto de Manaus e percorria as ruas do Centro da cidade até a praça da Saudade e, de lá, seguia até a ex-sede do Olímpico, então na esquina da avenida Constantino Nery com a Leonardo Malcher. Com a popularização do aeroporto de Ponta Pelada (inaugurado em 1947), a chegada da Kamélia foi transferida para lá, seguindo pelas ruas da cidade até a atual sede do Olímpico, na Constantino Nery.
O primeiro prefeito a conceder a chave da cidade para a boneca negra foi Gilberto Mestrinho (1956/1958), em 1957. A partir dali, o evento se tornou tradição.

Há dez anos, escola de samba

O historiador José Martins Rocha contou que “a Kamélia ficou tão famosa que arrastava multidões pelas principais ruas da cidade a cada chegada. Participou de vários blocos no tradicional Bar Avenida, até a metade de 1940. Antigamente, feita de papel marché sobre armação de ferro, pesava em torno de 70 quilos. A atual, remodelada, é construída com isopor e acrílico, pesa somente 35 quilos e mede 2,57 metros de altura”.
Mantém como traje e adereços a figura típica de uma baiana, mas a cada ano ganha uma nova fantasia estilizada. Segundo Itamar Nunes, diretor de Carnaval da Escola de Samba Império da Kamélia, quem responde pelo visual da boneca é o artista parintinense Joildo Camargo; já o miolo, responsável por dançar debaixo dela, é Erivaldo Filho, 17 anos, desde os dez exercendo a função que foi de seu pai, homônimo, por quase 30 anos. Falando em Escola de Samba Império da Kamélia, há dez anos esta foi a nova forma que os admiradores da boneca negra encontraram para exaltá-la tornando-a rainha.
Fundada em 7 de dezembro de 2003, a escola de samba tenta, este ano, passar para o Grupo Especial “de onde pretendemos nunca mais sair”, disse Nunes. No desfile, no dia 8 de fevereiro, no sambódromo, a escola de samba apresentará o enredo “Sagrado, profano, histórico… A Império da Kamélia pinta o 7 na Avenida”. “Os mistérios do número sete, sob a proteção de São Jorge, nos levarão ao título”, profetizou.
Neste sábado (12) no “Esquenta da Chegada”, haverá apresentação de sambistas e grupos musicais no Pavilhão São Jorge, no Olímpico Clube, onde funciona o Butiquim da Kamélia. “Estamos preparando a chegada da Kamélia com muito carinho, como fazemos há décadas. Todos estão convidados, pois nosso Carnaval é voltado pra família”, disse Almério Botelho, presidente do Olímpico.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email