Capacitação de colaboradores à distância

As dinâmicas de capacitação em período de isolamento têm sido  repensadas por empresas  de vários nichos. Uma infinidade de cursos e materiais de capacitação online gratuitos devido a pandemia e o isolamento social são propostos e cada vez mais a tendência será o aprendizado contínuo e virtual.

Nessa sintonia, a Distribuidora Atem, por exemplo, tem buscado incentivar os colaboradores a se capacitarem e trabalharem o autodesenvolvimento. A empresa tem promovido uma série de lives em seus canais digitais. Entre os temas, estão marketing pessoal, autoconfiança e maquiagem para o trabalho, além de atividades de entretenimento como noite de músicas e recreação para as crianças.

De acordo com a psicóloga e responsável pelo RH da empresa, Nívea Leite, através através do Programa de Prevenção e risco está sendo ofertado alguns conteúdos que neste momento consideram essenciais para ajudar o colaborador a passar por esse momento de crise de forma mais amena. “Estamos disponibilizando várias lives em parceria com alguns fornecedores da Atem e colaboradores internos. A iniciativa trouxe mais segurança e conforto aos nossos colaboradores. Orientações práticas e que podem ser aplicadas em suas rotinas e de sua família”, diz. 

Ela ressalta que os colaboradores estão felizes em perceber a preocupação da empresa com cada um. “Principalmente porque essas lives com conteúdos práticos é uma forma de reunir a equipe e matar a saudade de seus colegas de trabalho”

Entre os temas propostos nos cursos estão Pai$Mãe, Medo e Coragem, Insegurança Emocional e Autoconfiança, Ansiedade e Depressão, Maquiagem Básica, Louvor e Adoração, Marketing Pessoal entre outros. 

Além disso, por se tratar de um serviço essencial, os postos com a bandeira Atem continuam funcionando. E para garantir a segurança de todos, as ações preventivas foram reforçadas, atendendo às recomendações do Ministério da Saúde para manter higiene das mãos, ao tossir ou espirrar cobrir com um lenço descartável ou usar o antebraço. Foi recomendado aos bandeirados o uso, pelos colaboradores, de álcool em gel e máscaras, como forma de reforçar a prevenção. Outra medida foi a reorganização das escalas de trabalho para manter os postos sempre abertos obedecendo os horários determinados pela Agência Nacional do Petróleo, Biocombustíveis e Gás Natural (ANP), onde os postos são obrigados a funcionar no mínimo de segunda a sábado das 7h às 19h.

A percepção das empresas quanto a essa necessidade, também é a aposta da empresa TIM, para manter seus profissionais atualizados e incentivar o autodesenvolvimento, a empresa multiplicou seus esforços para oferecer novos conteúdos e experiências de treinamento 100% digitais para seus colaboradores e líderes.

A primeira iniciativa foi disponibilizar rapidamente cursos e demais ações com o objetivo de apoiar a adaptação ao novo contexto, incluindo o trabalho remoto. Para os líderes, a companhia ofereceu aulas digitais ao vivo – em parceria com a HSM – sobre gestão de equipes à distância em momentos de crise. Também estão disponíveis para todos os colaboradores diversas orientações sobre o cenário atual, estruturadas em parceria com a equipe de Saúde da companhia. Foi o caso da live com o médico do trabalho para disseminar informações importantes sobre prevenção, sintomas e atitudes em relação à pandemia da COVID-19.

Além disso, buscando estimular o autodesenvolvimento dos seus profissionais durante a quarentena, a TIM lançou “jornadas de aprendizagem”, com mais de 80 conteúdos sobre habilidades comportamentais em alta no mercado, como mindset ágil, gestão de desafios, empoderamento e inteligência emocional, todos conectados com o modelo de competências da empresa. Os formatos de estudo são variados: e-learnings, videoaulas, web séries, webinars, podcast e artigos.

Os treinamento sobre o tema Diversidade e Inclusão, recentemente desenhados e implementados nas operações (lojas, call centers) e pela liderança, foram rapidamente adaptados a uma jornada digital. Na última semana, mais de 500 líderes participaram de iniciativa sobre a valorização da diversidade e promoção de uma cultura ainda mais inclusiva na TIM.

Após um mês de distanciamento social, a empresa realizou ainda o programa de formação básica para área de vendas em cursos técnicos 100% digitais, com a realização de vídeo aulas, tutoriais e diversos recursos de multimídia. Segue ainda investindo na capacitação dos seus facilitadores internos, agora totalmente voltada para um papel de Digital Educator.

“O combate ao novo coronavírus acelerou a transformação do mundo do trabalho. Boa parte dessa mudança veio para ficar e empresas e profissionais precisam se adaptar rapidamente. O desenvolvimento de um ecossistema digital de aprendizagem e de experiências é um pilar importante, pois habilita esta transformação, acompanhando a evolução das competências e fortalecendo o comprometimento da empresa com o desenvolvimento e engajamento do seu time”, explica Maria Antonietta Russo, VP de Recursos Humanos da TIM Brasil.

Giacomo Strazza, diretor de Desenvolvimento, Educação e Inclusão no RH da TIM, reforça que os Cursos e treinamentos digitais já eram uma realidade na TIM, pelo nicho de atuação, tecnologia. “Durante o período de isolamento social, multiplicamos nossos esforços para trazer novos conteúdos. Focamos em temas relacionados ao período em que vivemos – como trabalho remoto –, mas também apostamos em assuntos que estão em alta no mercado e que têm relação com nosso modelo de competências. São exemplos mindset ágil, gestão de desafios, empoderamento e inteligência emocional”, detalhou. 

Ele diz ainda que é preciso seguir com alguns treinamentos já programados e que seriam presenciais. E que precisam ser rapidamente adaptados ao modelo digital, como o programa de formação básica para área de vendas e outros cursos técnicos, com a realização de vídeo aulas, tutoriais e diversos recursos de multimídia.

“Adaptamos e renovamos nosso conteúdo para estimular os colaboradores a aprenderem coisas novas durante a quarentena. Ao encararmos os assuntos em jornadas de aprendizagem, facilitamos o acesso e contribuímos ainda mais para o autodesenvolvimento dos profissionais. Os resultados são positivos. Já notamos um aumento nos acessos na plataforma de educação corporativa. Os temas relacionados à pandemia também geram muito interesse. Tivemos 400 participações na live que realizamos com o médico do trabalho para disseminar informações importantes sobre prevenção e sintomas da COVID-19.

Opinião

“Muitas empresas têm tentado contornar a crise utilizando as alternativas viabilizadas pela flexibilização da reforma trabalhista e MPs recentes. Negociando coletivas, redução de salário e jornada e home office”, afirma a presidente da ABRH-AM (Associação Brasileira de Recursos Humanos), Katia Andrade

Para ela essas alternativas tem mitigado  os efeitos da pandemia no mercado de trabalho.

Além disso, precisam intensificar as medidas de proteção para os trabalhadores que continuam na linha de frente, de forma a não parar totalmente as atividades. “Apoio psicossocial também é imprescindível no momento em que temos tantas perdas, com tantas famílias enlutadas e adoecidas”. 

E finaliza dizendo que nesse momento, devido a impossibilidade de interação presencial, as empresas não têm outra alternativa, exceto os treinamentos práticos operacionais que estão sendo adaptados de modo a não oferecer risco de  contaminação.

Fonte: Andreia Leite

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email