Candidatos a uma vaga devem usar criatividade

A redação é uma das principais avaliações do processo seletivo, pois analisa se o jovem tem raciocínio estruturado e organizado quando escreve sobre um tema ou situação que vivenciou. Além de proporcionar ao entrevistador dados sobre seus conhecimentos ortográficos, gramaticais e de concordância verbal.
Para sanar estas dúvidas, a coordenadora da área de Triagem e Encaminhamento do Espro, Luciana Koyama, fala sobre os principais pontos para que os jovens se deem bem durante o processo de seleção.
Quando o tema da redação for livre, é aconselhável que o jovem fale sobre a família e seu objetivo de ingressar no mundo do trabalho e conseguir uma oportunidade. É importante que ele destaque seus pontos fortes – ou seja – características que sejam consideradas positivas.
Na hora de escrever, é preciso que o candidato siga as orientações fornecidas pelo entrevistador, respeitando a quantidade mínima e máxima de linhas estabelecidas. Este é um modo de avaliar como o jovem se organiza para escrever um texto. O tempo estipulado também deve ser respeitado.
É importante que ao redigir o texto, o candidato não utilize palavras que não conhece, escreva com uma caligrafia legível e elabore o texto mentalmente antes de passar para o papel, pois isso evita rasuras. Nas redes sociais as empresas observam.

Os pontos mais avaliados em uma redação são:

• Estrutura do texto expressando raciocínio coerente – começo, meio e fim;
• Qualidade da escrita, no que se refere à ortografia, gramática e concordância verbal;
• Legibilidade do texto, ou seja, se é possível entender o que está escrito.

Sobre o Espro

Com a missão de promover a inclusão social por meio de ações socioeducativas, mediação de acesso e integração ao mundo do trabalho, o Espro – Ensino Social Profissionalizante é uma organização sem fins lucrativos que se dedica à formação de jovens a partir de 14 anos, em situação de vulnerabilidade social, incluindo pessoas portadoras de deficiência, para o mundo do trabalho, com o objetivo de promover sua formação ética e cidadã. Com mais de 33 anos de história, O Espro ajuda a unir o potencial dos jovens às necessidades do mercado. Por isso, oferece gratuitamente, em todo o Brasil, cursos de Formação para o Mundo do Trabalho, além de Programas de Aprendizagem, de acordo com a chamada Lei da Aprendizagem (lei 10.097/00), e de Estágio, tornando-se Agente de Integração.
Com sede no centro de São Paulo, o Espro também possui sete filiais e 64 unidades de atendimento em todo o Brasil. Além disso, atende mais de 22 mil jovens por ano e conta com mais de 650 empresas parceiras. O Espro também disponibiliza o Programa de Estágio nas capitais em que tem as filiais. Os jovens podem se inscrever pelo site www.espro.org.br.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email