1 de julho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Calote do consumidor tem acréscimo de 6% em janeiro

Janeiro se caracteriza pelo pagamento de diversos impostos, tais como o IPTU (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor), pesando ainda mais no bolso do consumidor.

A inadimplência dos consumidores brasileiros avançou 6,9% em janeiro em relação ao mesmo mês de 2007, informou quinta-feira o Indicador Serasa de Inadimplência. Já sobre dezembro do ano passado, a inadimplência recuou 1,4%.
Segundo os técnicos da empresa de análise de crédito, um dos principais motivos para o aumento está no aumento da carga tributária. Janeiro se caracteriza pelo pagamento de diversos impostos -como o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor)-, que estão pesando mais no bolso do consumidor neste ano.
“A carga tributária mais pesada a cada ano, especialmente nesta época, reduz a capacidade de pagamento do consumidor em relação às dívidas assumidas’’, informaram. Também pode ter sido determinante para a alta um maior relaxamento na concessão de crédito, dando assim condições de uma pessoa fazer um financiamento mesmo não tendo reais condições de honrar prestações.
Com isso, as dívidas contraídas com bancos reforçam a posição de maior representatividade na inadimplência dos consumidores, respondendo por 42,6% do indicador. Em janeiro de 2007, essa taxa foi de 36,2%, e de 42,8% em dezembro. Em seguida aparecem as dívidas com cartões de crédito de financeiras, com participação de 31%, contra 31,6% em janeiro do ano passado.
Os cheques devolvidos representaram 24% da inadimplência -ante 29,5% no ano passado- e os títulos protestados participaram com 2,4%, contra 2,8% obtidos na mesma base de comparação.
Quanto ao valor médio das dívidas, os títulos protestados lideraram a alta -14% em 12 meses, atingindo R$ 934,20. Em seguida aparecem os cheques devolvidos (6,1%, a R$ 631,15), dívidas com bancos (4,8%, a R$ 1.378,21) e as dívidas com cartão de crédito e financeiras (4,3%, a R$ 354,34).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email