Calote do consumidor registra 1ª alta anual desde outubro

A inadimplência do consumidor registrou acréscimo de 1,9% em maio ante o mesmo mês do ano passado, representando a primeira alta na comparação anual desde outubro de 2009, segundo o indicador da Serasa Experian divulgado hoje.
No confronto com abril, a inadimplência teve variação de 4,3%. A elevação, de acordo com os economistas da Serasa, está relacionada com o crescimento acelerado do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres.
Na avaliação dos analistas, no entanto, mesmo com a inadimplência voltando a subir em decorrência do maior endividamento e das taxas de juros crescentes, as boas perspectivas para o crescimento econômico devem impedir uma elevação muito acentuada dos níveis de inadimplência do consumidor no segundo semestre.
Ontem, o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) anunciou o segundo aumento consecutivo da taxa básica de juros (Selic), que passou de 9,50% para 10,25% ao ano. O BC volta a se reunir agora nos dias 20 e 21 de julho, para quando é esperada uma nova alta de 0,75 ponto, de acordo com as apostas da maioria dos economistas.

Dívidas não honradas cresceram 8,1%

As dívidas não honradas com cartões de crédito e financeiras, que tiveram alta de 8,1% em maio ante abril, foram as principais responsáveis pela maior parte do crescimento mensal do indicador da Serasa, seguidas dos débitos com os bancos (2,5%).
No acumulado de janeiro a maio ante igual período no ano anterior, a inadimplência do consumidor apontou queda de 3,7%, representando a maior redução o período desde o início do indicador, em 2000. O declínio pode ser atribuído à base de comparação influenciada pelo período mais crítico da crise no país.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email