Calote das empresa fica quase estável no trimestre

Dados dos três primeiros meses do ano aferidos pela Serasa mostram ligeira alta sobre o resultado do mesmo período do ano passado

A inadimplência das pessoas jurídicas teve ligeira alta de 0,1% no primeiro trimestre de 2013 em relação a igual período do ano passado, segundo dados da Serasa Experian divulgados hoje.
O resultado, de acordo com economistas da Serasa, reflete a presente recuperação econômica, mesmo que não generalizada, em que vários setores já sentem alívio em seu fluxo de caixa, o que tem levado à lenta perda de fôlego da inadimplência das empresas.
No primeiro trimestre de 2012, a alta do indicador de inadimplência das pessoas jurídicas havia sido de 21,1% na comparação anual, enquanto em 2011, de 8,1%.
Na comparação entre março deste ano e igual mês de 2012, por sua vez, o recuo na inadimplência dos negócios foi de 3,9%. Já a comparação entre março e fevereiro de 2013 apontou um crescimento de 8,0%.

Dívidas

As dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água) tiveram um valor médio de R$ 802,95 entre janeiro e março deste ano, representando alta de 2,5% ante igual período de 2012.
Já as dívidas com bancos tiveram nos três primeiros meses de 2013 um valor médio de R$ 5.147,80, queda de 2,4% na relação com o acumulado de janeiro a março de 2012.
O valor médio dos títulos protestados no primeiro trimestre foi de R$ 1.941,69, com elevação de 3,0% sobre igual período de 2012. Em alta mais expressiva, os cheques sem fundos tiveram um valor médio de R$ 2.804,93 nos três primeiros meses de 2013, representando um aumento de 26,9% quando comparado com o primeiro trimestre do ano anterior.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email