Caixa compra participação no PanAmericano

A Caixa Econômica Federal, por meio da Caixa Participações e o Banco PanAmericano assinaram na última terça-feira contrato de compra e venda de ações. O valor da operação é de R$ 739,2 milhões e envolve a aquisição da participação acionária representativa de 49% do capital social votante e de 20,69% das ações preferenciais do PanAmericano, o que representa 35,54%, do capital social total do banco.
Com a negociação, a Caixa Participações passará a ter participação na governança do PanAmericano, indicando igual número de membros para o conselho de administração. A presidência do conselho será alternada anualmente com indicação da Caixa Participações e da holding Silvio Santos. A conclusão da operação depende da aprovação do Banco Central.
A parceria trará benefícios diretos para ambas as instituições e para os clientes, com a oferta de uma maior rede de atendimento e de um portfolio mais amplo de produtos. Foi estabelecido acordo operacional que prevê a comercialização conjunta de produtos e serviços.
Para a Caixa, além de permitir a ampliação da sua atuação no mercado bancário brasileiro, a operação possibilitará maior participação junto ao segmento de baixa renda, focado em pessoa física no financiamento de veículos e operações de leasing. Destaca-se ainda a importância da enorme capilaridade do Banco PanAmericano e seus nichos de mercado, essenciais para a expansão do crédito nos segmentos de baixa renda.
Existem também boas oportunidades de negócios na distribuição de produtos como conta corrente, cheque especial, cartões de crédito e sistema de cobrança, entre outros.
A parceria ampliará, ainda, a atuação da Caixa no segmento de crédito imobiliário, em que já responde por 74% do mercado, através da oferta desses produtos na base de clientes do PanAmericano. Com custo reduzido e com a otimização da eficiência operacional, a Caixa atuará na concessão do crédito também na rede do PanAmericano. A iniciativa beneficiará, principalmente, a população de menor renda, que também é foco de atuação do banco.
Para a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, a aquisição reforça a estratégia de democratizar a oferta de crédito e o processo de bancarização. “Com essa parceria, o posicionamento estratégico das instituições no mercado fica ainda mais fortalecido e competitivo, além de possibilitar a expansão do crédito, o que traz benefícios aos seus clientes e a economia”, destacou o presidente da Caixa Participações, Márcio Percival.
Segundo o presidente do Grupo Silvio Santos, Luiz Sebastião Sandoval, as duas instituições têm foco em um público semelhante: o de baixa renda. “Isso cria uma sinergia muito grande, que irá facilitar a distribuição dos produtos de ambas as instituições”, disse. “O Banco PanAmericano e a Caixa Econômica Federal estão muito felizes com essa iniciativa que amplia o acesso ao crédito, cumprindo a missão de ambas em viabilizar o sonho de milhões e milhões de brasileiros e, com isso, contribuir para o desenvolvimento do país”, destacou Sandoval

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email