Caio Santana e a alta costura

Alguns nomes se destacaram, e se destacam, no mundo da moda: Yves Saint Laurent, Gianni Versace, Louis Vuitton, Giorgio Armani, Pierre Cardin, Coco Chanel, Christian Dior, Dolce & Gabbana, Calvin Klein. E por que um amazonense não pode ter seu nome nessa lista? Até há uns dois anos Caio Santana, 23, ainda não sabia qual profissão abraçar. “Gostava de trabalhar com criação então fui cursar a faculdade de Arquitetura, mas no primeiro período vi que não era aquilo que eu queria”, lembrou.

Foi então que o destino mostrou a Caio, qual caminho seguir. “Meu companheiro Leonardo Freitas, o Leo, havia sido eleito Miss Brasil Gay 2013, na Bahia, e precisava de um vestido para passar a faixa pro ganhador de 2014, e o estilista que fazia as roupas dele, havia viajado. Aí ele pediu pra mim. Eu nunca tinha feito uma única peça de roupa na vida mas, com a ajuda dele, fizemos o vestido. A partir dali, descobri que gostaria era de trabalhar com aquilo: criar e fazer roupas femininas”, contou.

Caio se matriculou no Senai, no curso de Modista Costureiro, o básico de quem quer entrar no mundo da moda. Depois se aperfeiçoou no curso de Modista, se especializou em Desenho de Moda e se profissionalizou em Acabamento em Roupas Sociais. Em busca de um diploma, inscreveu-se na Faculdade de Moda, no polo amazonense da UniCesumar, Universidade cuja sede fica em Maringá (PR). “São quatro períodos em dois anos. Ainda estou no primeiro, mas desde o começo, na faculdade, resolvi abrir meu ateliê, junto com o Leo, o L&C Trajes Sob Medida”, explicou.

“Sempre gostei do universo feminino, da delicadeza, por isso me encontrei como estilista. Poderia fazer roupas para homens, como os alfaiates, mas preferi seguir a linha feminina. Como disse, certa vez, Coco Chanel: ‘vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher’. Fico maravilhado quando uma mulher se torna ainda mais bela com uma criação minha”, contou.

Um famoso, que também gostava de criar para as mulheres era Yves Saint Laurent. “Eu encontrei meu estilo através das mulheres. O que me dá vitalidade e força é que eu me apoio no corpo da mulher”, falou o estilista. “A moda que crio é feminina. São trajes para a noite, vestidos com cortes especiais, exclusivos, como diz o nome de meu ateliê, sob medida”, completou Caio.

Apostando no mercado
E Caio está explorando um mercado novo. “É um mercado praticamente inexplorado esse que estou atuando. Conto nos dedos de uma das mãos os outros estilistas que conheço em Manaus. Diria que é um segmento ainda ótimo. Tenho muitas clientes e produzo uma média de 30 peças por mês”, esclareceu. No L&C Trajes Sob Medida trabalham atualmente seis pessoas: “Estamos, o Leo e eu, na parte comercial, mais uma costureira, duas bordadeiras e uma auxiliar. Supervisiono e atuo em todo o processo, desde captar a ideia da cliente, fazer o modelo, desenhar, cortar, costurar e fazer o acabamento”, destacou.
E ainda existe o preconceito de algumas pessoas pelo fato de Caio ser amazonense. “Existe. É o chamado ‘complexo de vira-lata’. Existem algumas pessoas que consideram nosso trabalho inferior ao feito por alguém da Europa, ou mesmo do Sudeste do país, como se só as pessoas nascidas nesses lugares tivessem a capacidade de fazer alta costura. Mas é tudo questão de tempo para isso ser quebrado”, garantiu.

Um reality no Paraná
Nos próximos dias Caio seguirá para Maringá, para sede da UniCesumar, participar de um reality. “Eles pediram pra eu inscrever uma peça minha e eu mandei uma, vestindo uma boneca, baseada na arte barroca da igreja de São Francisco, na Bahia. Qual não foi minha surpresa quando eles me avisaram dizendo que, entre 300 inscritos, eu tinha ficado em terceiro lugar e com direito a participar do reality. Eu vou. Será o segundo grande desafio no mundo da moda, na minha vida. O primeiro foi o vestido do Leo. Quem sabe uma peça minha não volta a estar no palco da fama e do sucesso?”, comemorou.

Entre 300 inscritos
Eles estão vindo de longe: Serra Talhada, Sinop, Ubá, Manaus, Marabá, Porto Velho. Ao todo 30 estudantes do curso de Design de Moda da educação a distância da Unicesumar aceitaram o desafio de participar do Fashion Reality, primeiro reality show promovido pela instituição. Entre os selecionados, estão acadêmicos de 13 Estados, que contribuirão com seus conhecimentos e diferentes culturas. Eles foram selecionados entre 300 inscritos.

Os alunos ficarão confinados durante uma semana (24 a 28 de julho) nos laboratórios de Moda do campus sede da Unicesumar, em Maringá/PR. As atividades diárias acontecerão das 6h30 às 23h. Dentro deste período, os participantes terão horários determinados para café da manhã, almoço, jantar e banho. Diariamente, terão 30 minutos para falar com a família e amigos, o restante do tempo, estarão proibidos de utilizar o celular ou redes sociais. O acesso à internet será limitado apenas para pesquisas referentes às produções dos trabalhos.

Para enfrentar juntos os desafios, os participantes serão divididos em grupos. No primeiro dia, receberão o “grande desafio” e, diariamente, terão metas a serem cumpridas para que consigam atingir o objetivo final. Segundo a coordenadora do curso, Sandra Franchini, a ação será uma experiência única e valiosa. “Os estudantes serão imersos em um universo de conhecimento. Eles terão que desenhar, pesquisar, criar, modelar e costurar. Será uma junção de estudos em uma única problemática. Teremos uma semana de trabalho intenso e muitas surpresas”, ressalta.

A ação contará com uma grande final, onde os trabalhos construídos durante o reality serão julgados por uma banca examinadora composta por professores e profissionais da área. Além do conhecimento adquirido durante esses dias, os três primeiros grupos colocados receberão uma premiação em dinheiro. O evento será gravado 24 horas e a transmissão será feita diariamente através do blog da Unicesumar: www.unicesumar.edu.br/blog

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email