Cadeia produtiva de duas rodas tem impulso de novos investidores

De olho no forte crescimento do setor de duas rodas do PIM (Pólo Industrial de Manaus), uma comitiva formada por 19 empresários paulistas esteve em Manaus para visitar indústrias do segmento do Distrito Industrial. O grupo é formado em sua maioria por fornecedores de peças e equipamentos de motocicletas, que estudam a possibilidade de instalação de unidades na cidade. Pelo menos seis empresas já teriam confirmado à vinda para a Zona Franca.
A informação foi divulgada pelo diretor de negócios da Full Time Consultoria Empresarial, Flodoaldo Matos. Conforme o executivo, duas das seis companhias são seus clientes. “A Fitafer da Amazônia e a Tuper fazem parte da nossa carteira de clientes e estão viabilizando seus projetos. Mas, a Indusmek, Zincagem Marisa, Axmol e Federal Mogul também já confirmaram a instalação de uma fábrica na capital”, garantiu. O projeção do consultor era viabilizar a implantação de dez empresas do setor até o final de 2008.
A Full Time juntamente com o vereador Massami Miki foram os responsáveis pela organização da visita da comitiva. De acordo com Matos, essa é a primeira das quatro reuniões planejadas para acontecer neste ano. “Iremos coordenar a vinda de um grupo a cada trimestre, inclusive de empresários da Venezuela, que são fortes no ramo de metalúrgica”, informou.
O diretor disse que os incentivos da Zona Franca de Manaus e o fornecimento de recursos do FNO (Fundo Constitucional do Norte), por meio do Banco da Amazônia, são os principais incentivadores para a construção de futuras fábricas no PIM.
Massami Miki explicou que a visita dos empresários paulistas faz parte das ações do turismo industrial que visa mostrar a potencialidade do setor de rodas. “É uma oportunidade para os fornecedores conhecerem as montadoras e terceirizadas”, disse. Segundo o vereador, a partir do reconhecimento do mercado local, o próximo passo dos empresários será contratar consultorias com o intuito de promover estudos econômico-financeiro e de legislação tributária.
Entre os objetivos principais da vinda da comitiva estão diminuir a distância entre fornecedores e clientes e contribuir para o adensamento da cadeia produtiva das fábricas do PIM.
Na quinta-feira, os executivos conheceram as instalações da Yamaha, Dafra e Sundown, além de participarem de um encontro com a superintendente da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), Flávia Grosso, na sede da autarquia. Na reunião, a superintendente apresentou as vantagens fiscais oferecidas pela ZFM.

Vinda de fabricantes de peças do segmento para Manaus vai incrementar cadeia produtiva local

Na última sexta-feira, o grupo conheceu mais quatro indústrias do setor: Showa, Denso, Suzuki e Moto Honda. O gerente geral industrial da Showa, Ernesto Arashiro, comentou que o encontro representa uma forte possibilidade de criar uma base industrial na cidade. “É importante ter a matéria-prima próxima, pois dessa forma eliminamos a necessidade de investir na formação de grandes estoques”, afirmou. A fabricante de peças de moto tem na sua lista de clientes a Honda e Yamaha. Atualmente, 97% dos insumos da Showa são nacionais, trazidos principalmente de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.
O presidente da Denso, Koichi Suzumura, também avaliou como positiva a visita dos empresários. “A implantação dos fornecedores de componentes de motos em Manaus seria economicamente viável”, afirmou. A maior parte dos insumos utilizados pela Denso já são de Manaus. Porém, a empresa ainda adquire peças de origem paulista e asiáticas (Cingapura e Tailândia).

Comitiva
empresarial

Em geral, os visitantes se mostraram otimistas frente ao panorama encontrado. O representante comercial da Indusmek S.A, Claudio Dias, explicou que a partir da visita será elaborado um estudo sobre a viabilidade de implantação de uma fábrica no PIM. “Passaremos nossa análise para a diretoria da empresa que tomará a decisão sobre o investimento”, disse.
Há 46 anos no mercado, a In

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email