Brasileiros fazem negócios no Chile

O evento está sendo promovido em parceria com a Abimo (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios) e a Associação para Promoção da Excelência do Softex (Software Brasileiro), com apoio da Câmara de Comércio de Santiago.
Os empresários brasileiros -dez do setor de equipamentos e cinco da área de software- vão estar em contato com 120 importadores, representantes, distribuidores e empresas chilenas interessados na realização de parcerias. A missão inclui rodadas de negócios, visitas técnicas, um seminário com consultoria local e reuniões nas empresas chilenas.
Com um PIB (Produto Interno Bruto) de US$ 115.3 bilhões em 2005, a economia do Chile vem crescendo nos últimos anos e o FMI prevê um crescimento de 5,5% até o final de 2007.
O Brasil é o terceiro maior exportador para este país, ficando atrás dos EUA e da Argentina. Em 2006, as exportações brasileiras para o Chile totalizaram US$ 3.89.

Mercado potencial

O mercado chileno de equipamentos médicos é bastante competitivo A produção nacional é limitada tanto para equipamentos médicos quanto para odontológicos, sendo que o consumo de produtos desse setor é bastante dependente das importações do país. O governo chileno investe cerca de 7% do seu PIB com saúde e oferece esses serviços para aproximadamente 70% da população.
Neste segmento o Brasil é um dos principais fornecedores do Chile, juntamente com os Estados Unidos e China. “O Chile é um mercado repleto de oportunidades para o Brasil, devido à nossa competitividade e localização geográfica, levando em consideração que a concorrência é grande não apenas para produtos de consumo, mas também para a indústria como um todo”, analisou o gestor de projetos da Apex-Brasil, Ricardo Santana.
A Apex-Brasil está aplicando R$ 169 mil na realização da missão. A expectativa de geração de negócios durante o evento é de US$ 50 mil e mais US$ 1 milhão nos 12 meses seguintes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email