Brasil e Suíça criam comissão para estreitar laços comerciais bilaterais

Brasil e Suíça lançaram na segunda-feira uma comissão conjunta destinada a estreitar os laços econômicos e comerciais bilaterais. A idéia surgiu durante a visita que a ministra da Economia da Suíça, Doris Leuthard fez a Brasília em fevereiro e se concretizou em Berna diante da presença do titular das Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim.

Os dois ministros se reuniram e expressaram seu interesse em aprofundar as relações bilaterais, reafirmando o interesse de concretizar acordos de cooperação que permitam assegurar os investimentos de empresas nacionais nos dois países, segundo fontes suíças.

“Não há qualquer acordo de proteção de investimentos por exemplo, e isso é essencial é um dos temas que vão tentar ser concretizados”, acrescentaram. Fontes brasileiras confirmaram que a proteção dos investimentos mútuos será um ponto-chave da agenda bilateral, dada sua importância e relativa facilidade em obter isto.

“Evitar a dupla tributação e cuidar dos investimentos estrangeiros é sempre essencial”, disseram as fontes brasileiras.

Os ministros discutiram a necessidade de adotar um acordo de livre-comércio, algo que de qualquer forma seria feito através do Mercosul, por ser este uma união aduaneira.
“Na medida em que avança o processo de acordo de livre-comércio com a UE (União Européia), também avançará com a Suíça, já que os suíços acompanham de perto a po-lítica comercial européia”, disseram as fontes brasileiras.

“Apesar disso ficou bem claro que qualquer acordo ficará sujeito ao que a Organização Mundial do Comércio decidir na atual Rodada Doha. Se esta fracassar, então veremos o que fazer”, afirmaram as fontes suíças.

A Comissão Conjunta Suí-ça-Brasil para as Relações Econômicas e Comerciais realizará sua primeira sessão oficial na terça-feira e terá como objetivo aumentar o comércio e a colaboração em matéria econômica, tecnológica e científica. O Brasil é o principal parceiro comercial da Suíça na América Latina. Em 2006, as exportações suíças para o país chegaram a US$ 1,202 bilhão, o que representou um aumento de 28,3% em relação ao ano anterior.

Já as exportações brasileiras para a Suíça cresceram 20,8% entre 2005 e 2006, para US$ 1,117 bilhão.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email