15 de abril de 2021

Brasil deve entrar na Opep após descoberta

O embaixador, que está em Riad (capital da Arábia Saudita), disse que irá conversar com repre­sentantes dos países-membros da Opep e que “a decisão sobre o Brasil

O Brasil considera se unir à Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), após a descoberta do campo de Tupi (maior descoberta da história da companhia), na bacia de Santos, disse o embaixador brasileiro na Arábia Saudita, Isnard Penha, segundo a agência de notícias Associated Pres.

O embaixador, que está em Riad (capital da Arábia Saudita), disse que irá conversar com repre­sentantes dos países-membros da Opep e que “a decisão sobre o Brasil tornar-se membro virá depois de sabermos qual se­rá nossa capacidade de exportação, e achamos que a capacidade será boa”.

Ele disse que o Brasil terá uma idéia mais clara a respeito da viabilidade de exportar a produção do campo de Tupi entre seis meses e um ano, segundo a AP.

O cartel deve se reunir nes­te fim-de-semana na capital saudi­ta para discutir tópicos como a pos­sibilidade de uma recessão glo­bal, a queda do dólar frente a ou­tras moedas fortes e a preocu­pação com redução das emissões de poluentes e a busca por fontes renováveis e mais limpas de energia –que podem levar a uma redução o consumo da commodity.

Na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, após sessão Plenária da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo Ibero-Americanos, em Santiago (Chi­le), que já está sendo chama­do de “xeque do petróleo”, devido à descoberta das reservas de petróleo e gás na bacia de Santos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email