Brasil avança na exportação de frutas produzidas com qualidade

O Brasil exportou, no final do ano passado, mais de 120 mil toneladas de maçã cultivada pelo Sapi (Sistema de Produção Integrada). Esse volume corresponde a cerca de 20% da fruta produzida no país, nos moldes do sistema integrado, voltado para alimentos de alta qualidade.
Os dados são do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e foram apresentados, na última quinta-feira, 21, no 10° Seminário Brasileiro de Produção Integrada, realizado na cidade mineira de Ouro Preto.
“Esse é um número significativo, pois revela a crescente adesão dos produtores ao sistema. Eles estão cada vez mais conscientes de que a produção integrada permite a racionalização de insumos agrícolas, aumento da produtividade e qualidade do alimento e preferência nos mercados nacional e internacional”, destacou o coordenador de Produção Integrada do Mapa, Luiz Nasser.

Maçã pioneira

A maçã foi a primeira fruta a ingressar no sistema integrado de produção, executado no Brasil desde 2001. Atualmente, mais de 42 produtos agropecuários estão inseridos no sistema e 19 normas técnicas específicas de produção foram aprovadas pelo Mapa.
Entre as demais frutas inseridas no sistema, são destaques a manga, que alcançou volume de produção de mais de 305 mil toneladas, o melão, com cerca de 190 mil toneladas e a uva fina de mesa, que rendeu, em 2007, o equivalente a 167 mil toneladas.
De acordo com dados do Mapa, o mercado externo consome quase 100% da uva. “Comparado com países da União Européia e com os Estados Unidos, ainda temos muito o que avançar em sistema de produção integrada”, avaliou Nasser. “Mas estamos no caminho certo e muitos produtores já entendem a importância de produzir dentro de um processo economicamente viável, socialmente justo e com respeito ao meio ambiente”, acrescentou o coordenador.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email